Câmara de saneamento da Agenersa faz série de fiscalizações no bairro da Ilha do Governador

Câmara de saneamento da Agenersa faz série de fiscalizações no bairro da Ilha do Governador

Localizado às margens da Baía de Guanabara, o bairro da Ilha do Governador recebeu engenheiros da câmara de saneamento para vistoriar a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), nesta quinta-feira (04/07) e no último dia 28 de junho em atendimento ao ofício enviado pelo Ministério Público à Agenersa em razão do desabastecimento de água na região, serviço público sob a responsabilidade da concessionária Águas do Rio (bloco 4).

A visita à estação de tratamento faz parte de uma fiscalização complementar que teve como objetivo verificar se os equipamentos estão operando em níveis satisfatórios e se as melhorias definidas em contrato estão sendo implantadas pela regulada.

 

.

 

A ETE Evandro Rodrigues de Britto, situada na Rua Domingos Mondim faz parte do sistema de esgotamento sanitário da Ilha do Governador, que abrange 12 estações elevatórias. Foram constatadas boas condições na infraestrutura e adequado funcionamento operacional da hidráulica, entretanto foram encontrados pontos técnicos que necessitam de reparos com definição de prazos para conclusão. 

Quanto à falha no abastecimento de água motivo das reclamações dos consumidores conforme documento do MP, a equipe da Agenersa percorreu, no dia (28/06), as ruas Orestes Rosólia, Severiano da Fonseca, Paranhos da Silva, Quirino dos Santos e Almeida Brandão que possuem cota mais elevada, aproximadamente 64 m, são abastecidas em marcha pela EEAT Babaçu que está operando em normalidade, porém mesmo após a troca do conjunto motobomba da estação em março desse ano, a região continua sendo abastecida de forma irregular como constatado na vistoria. As possíveis causas para este problema podem ser a baixa pressão de retaguarda da EEAT vistoriada e a operação local que necessita de equipamentos como VRP´s ou placas de orifícios com by-pass de válvula gaveta para operação de restabelecimento rápido do sistema.

 

.

 

Conforme relatório técnico da câmara de saneamento emitido no dia 1 de julho, a concessionária Águas do Rio tem 30 dias para apresentar as soluções das intervenções que serão necessárias para melhorar o problema de desabastecimento no bairro.

Dando sequência ao trabalho de fiscalização na região, a Agenersa tem visita programada à Ilha do Governador em agosto com destino a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) que recebe os recalques das elevatórias de Paranapuã e Tauá.

v_202407021910_2