Café do Trabalhador completa 2 anos e soma mais de 5 milhões de kits distribuídos
Programa Café do Trabalhador completa dois anos e soma mais de cinco milhões de kits distribuídos
Assistência Social

Iniciativa do Governo do Estado oferece refeições contendo pão com manteiga, café com leite e uma fruta a trabalhadores de 38 municípios fluminenses por 50 centavos.

O programa Café do Trabalhador, completa dois anos de atividade, nesta segunda-feira (01/07), atingindo a marca de 5,5 milhões de kits ofertados à população e cerca de R$35 milhões em investimento. A iniciativa da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos é parte da política de combate à fome promovida pelo Governo do Estado. Presente em 46 polos espalhados por 38 municípios, o programa distribui, pelo valor simbólico de 50 centavos, kits diários para trabalhadores contendo pão com manteiga, café (com leite ou puro) e uma fruta.
 
- Assegurar a primeira refeição do dia para o cidadão fluminense possibilita que ele inicie sua jornada devidamente alimentado e com mais disposição. Além disso, oportuniza quem não tem condições de ter um café da manhã nutritivo em casa a ter acesso a uma refeição completa. Nossa meta é ampliar essa importante iniciativa para todos os municípios fluminenses - ressaltou o governador Cláudio Castro.

Dois anos do Café com Trabalhador                       Dois anos do Café com trabalhador


As primeiras duas unidades do Café do Trabalhador foram inauguradas em São Gonçalo, cidade com a segunda maior população do estado, no dia 1º de julho de 2022. Dois anos depois, o programa abrange todas as mesorregiões do Rio de Janeiro. Hoje, somadas as unidades, são ofertados 16.250 kits por dia. Além dos alimentos, os kits incluem guardanapos, mexedor descartável e sachês de açúcar ou adoçante, tudo embalado em sacola plástica para garantir o transporte seguro. A execução do serviço é feita em parceria com as prefeituras municipais.
 
- O Café do Trabalhador é um marco deste governo no combate à fome. Surgiu para que todas as refeições do dia fossem garantidas para os trabalhadores e vem cumprindo essa meta com excelência. O nosso foco segue em ampliar esse serviço já consolidado, e de sucesso, que é um grande investimento do Estado - disse a secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Rosangela Gomes.
Diferença na vida de quem mais precisa
Morador de São Gonçalo, o prestador de serviços Cláudio Lima da Silva, de 52 anos, garante diariamente a primeira refeição do dia no Café do Trabalhador.
 
- Venho todos os dias e a refeição me ajuda bastante. Levo inclusive os kits para o pessoal que trabalha comigo. Todos elogiam! O atendimento também é maravilhoso, todos são muito atenciosos. Estão de parabéns! - destaca Cláudio.
 
Ao lado dele, o auxiliar de serviços gerais, Van Xavier, de 28 anos, concordou.
 
- Conheci o programa por meio dos motoristas de ônibus que trabalham com meu pai na rodoviária. Agora entrou para minha rotina, tomo café todos os dias com meu pai. O precinho de 50 centavos para levar um pão, uma fruta e um café feito na hora com leite, tá ótimo - ressaltou Van Xavier.