Transportes

Notícias

Governo do Estado assina termo aditivo ao contrato de concessão da SuperVia

 21/12/2017 - 16:28h - Atualizado em 21/12/2017 - 16:29h

Medida regulará a construção de empreendimentos comerciais


O governador Luiz Fernando Pezão assinou, nesta quinta-feira (21/12), um aditivo ao contrato de concessão da SuperVia que vai regular a construção de empreendimentos comerciais em estações de grande circulação, como a Central do Brasil. Nela, será construído um shopping com 276 lojas (erguido sobre as plataformas dos trens), cinemas e um hotel três estrelas com 200 quartos.

 

- É um presente para a cidade. Esses projetos vão gerar empregos, contribuir para o aquecimento da economia no nosso Estado, e, acima de tudo, melhorar a qualidade de vida da nossa população. Fico feliz por esse momento, até porque sempre fui usuário de trem e sei da importância desse modal. Com a revitalização da Central do Brasil teremos um legado para a cidade – afirmou Pezão.

 

A infraestrutura comercial trará efeitos positivos para todo o sistema de transporte público, como a equalização do fluxo de passageiros nos horários de pico, reduzindo a variação do número necessário de composições para o atendimento nos momentos de maior demanda. Além disso, aumentará a geração de receitas acessórias que, futuramente, ajudará na redução do custo das tarifas.

 

Do ponto de vista urbanístico e de mobilidade urbana, a região da Central do Brasil apresenta um grande potencial, já que o entorno conta com estações de trem, metrô, VLT, terminal rodoviário e teleférico. Por ali transitam, diariamente, cerca de 600 mil pessoas, o que a torna um dos principais pontos de passagem da capital.

 

- Não há outro local que agregue tantos modais, empresas e passageiros. Se as pessoas chegarem à estação e puderem usufruir de um shopping, conseguiremos gerenciar melhor a demanda, criando um ambiente mais organizado e seguro. Esse investimento em áreas comerciais é uma tendência mundial e Hong Kong é um caso especial em termos de uso do transporte público integrado - destacou o secretário de Estado de Transportes, Rodrigo Vieira.

 

Para o presidente da SuperVia, José Carlos Prober, a assinatura desse aditamento ao contrato de concessão vai dar segurança jurídica aos investidores em shopping center, na maneira de construir locais comerciais sobre as linhas férreas.

 

- Hoje é um dia histórico. A assinatura desse aditamento é de suma importância não só para a cidade do Rio de Janeiro, como Shopping Central do Brasil, gerando empregos, melhorando a qualidade de vida do nosso usuário, melhorando o sistema de transportes, diluindo as horas de pico, como também para vários outros municípios atendidos pela Supervia, como é o caso de Nilópolis e de Nova Iguaçu, que também vão ter investimentos em shopping center – informou o presidente da SuperVia.

 

Participaram também da cerimônia de assinatura do termo aditivo ao contrato de concessão os conselheiros da Agetransp, Graça Mattos, Arthur Bastos e Carlos Correa, o presidente da Central, Rogério Azambuja, o diretor de Administração e Finanças da Central, Wagner Oliveira, o subsecretário de Transportes, Oswaldo Dreux, e os diretores da SuperVia: de Operações, João Gouveia, de Manutenção, Oberlan Calçada, do Jurídico, Marcelo Franco, e o gerente de Novos Negócios, Rafael Cunha.




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________