Transportes

Notícias

Secretário de Transportes participa de assinatura de carta em busca de apoio do governo federal para implantação de ferrovia

 09/11/2017 - 12:04h - Atualizado em 09/11/2017 - 12:43h

O documento deverá ser entregue ao presidente na próxima semana


O secretário de Estado de Transportes, Rodrigo Vieira, participou, na última quarta-feira (08/11), da visita ao Porto do Açu, em São João da Barra, no Norte Fluminense. Na ocasião, os governadores do Rio, Luiz Fernando Pezão, e do Espírito Santo, Paulo Hartung, assinaram uma carta endereçada ao presidente Michel Temer reforçando a importância da implantação da ferrovia que ligará os dois estados, a EF-118 Rio/Vitória.

O documento será entregue pessoalmente pelos dois governadores na próxima semana. O objetivo é criar condições para que a EF-118 seja incorporada ao Programa de Parcerias de Investimento (PPI) do Governo Federal, ainda no primeiro semestre de 2018.

Considerada fundamental para a integração logística da região Sudeste, a Rio/Vitória tem o potencial de atrair novos polos industriais nos 25 municípios fluminenses e capixabas cortados pelo traçado da ferrovia. A EF-118 se articulará à EF-354 (também conhecida como Transcontinental), projeto ferroviário que cruzará o país no sentido leste/oeste, a partir do Porto do Açu, alcançando a região Centro-Oeste e, eventualmente, o Oceano Pacífico na costa peruana.

Com custo estimado em R$ 5,5 bi e 577 km de extensão, uma vez implantada, a ferrovia será diretamente conectada à malha ferroviária da concessionária MRS e da Vitória/Minas, interligando Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Vitória.

Para o governador, a única saída para a crise é o desenvolvimento econômico.

- Não tenho dúvida que vamos dar a volta por cima. O melhor caminho é o do crescimento econômico, do desenvolvimento, de apoiar o empreendedor. E quem vai puxar esse crescimento é o Rio de Janeiro e o Espírito Santo. Se tem uma região que vai crescer na geração de empregos e na geração de renda é a nossa – afirmou Pezão.

O documento também foi assinado pelo secretário de Estado de Transportes, pelo secretário da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, Christino Áureo, e pelos representantes de entidades de classe, como Firjan, FINDES, Associação Comercial do Rio de Janeiro, Espírito Santo em Ação, entre outros.

 

- A EF-118 trará desenvolvimento não só para região do Porto do Açu, mas funcionará como um vetor de crescimento econômico para os estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo. Por isso, é de suma importância que o Governo Federal inclua na renovação das concessões ferroviárias existentes a obrigação do desenvolvimento dessa ferrovia, que vai mudar a história do Estado do Rio - ressaltou Rodrigo Vieira.

 

O secretário da Casa Civil destacou que a futura ferrovia é fundamental para o desenvolvimento dos municípios dos dois estados.

 

- Os efeitos positivos dessa ferrovia serão espraiados por todos os municípios da região. Essa infraestrutura logística vai tangenciar cada microrregião no trajeto entre Rio e Vitória. Não há empreendimento que vá em frente sem mobilização das pessoas. Numa democracia a mobilização se dá através de suas lideranças. Em especial lideranças políticas e da sociedade organizada que se unem em torno de uma grande causa, como vemos aqui – disse o secretário.
 




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________