Transportes

Notícias

Governo do Estado assina termo de compromisso com Ministério Público e Defensoria Pública

 01/11/2017 - 16:47h - Atualizado em 09/11/2017 - 12:37h

O objetivo é elaborar licitação para contratação de sistema de processamento de transações de transporte com uso de recursos públicos


O Governo do Estado, o Ministério Público e a Defensoria Pública assinaram, nesta quarta-feira (01/11), termo de compromisso que visa à cooperação técnica para elaborar e realizar licitação para contratação de sistema de processamento de transações de transporte com uso de recursos públicos, além da consolidação de todos os dados gerados pelos sistemas de bilhetagem eletrônica de cada modal (ônibus, trem, metrô, barcas e vans).

 

A partir dos processamentos que envolvem subsídios públicos (Bilhete Único Intermunicipal e gratuidades estaduais), o sistema determinará a distribuição das verbas repassadas pelo estado às empresas de transporte, conforme a utilização dos usuários.

 

Atualmente, esse serviço é realizado pela RioCard TI (BUI e gratuidades em ônibus, vans e barcas), por meio do convênio firmado com o Governo do Estado, e pelos próprios modais de transporte (gratuidades em trem e metrô).

 

- Nosso objetivo é elaborar um sistema de bilhetagem aberto, moderno e que traga benefícios à população. Esse novo modelo vai gerar um aumento na competitividade no setor e facilitar a vida dos usuários do transporte público - destacou o secretário de Estado de Transportes, Rodrigo Vieira.

 

O novo modelo assegurará o pagamento correto dos subsídios públicos e o planejamento eficiente de mobilidade urbana. Além de aperfeiçoar a análise e o controle das informações, a expectativa é que a medida proporcione melhorias concretas aos milhões de usuários de transporte público.

 

Outra vantagem será a adoção da interoperabilidade plena entre todos os modais, com os bilhetes eletrônicos funcionando de maneira integrada nos diversos meios de transporte, independentemente de seu emissor. Isso significa que o passageiro poderá transitar em qualquer meio de transporte com um único cartão de acesso. Os cartões de gratuidade utilizados por portadores de necessidades especiais, doenças crônicas, estudantes e idosos também serão incluídos nesse novo sistema.

 

O detalhamento técnico e a implementação desse modelo serão graduais, para que não haja qualquer impacto na vida dos usuários dos serviços de transporte. A modelagem proposta pelo estado ao Ministério Público e à Defensoria servirá, ainda, de plataforma para futuras ações de integração tarifária, já que aumentará a interação entre os modais e fomentará a competitividade no setor. 

 




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________