Segurança

Notícias

Forças de segurança, procuradores e TRE-RJ  analisam preparativos para Eleições 

 02/02/2018 - 12:59h - Atualizado em 02/02/2018 - 12:59h

Forças federais e estaduais alinham estratégias para as eleições 2018


Autoridades das áreas de segurança e justiça se reuniram pela segunda vez nesta quarta-feira (31/01), no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Cidade Nova, na coalizão para atuação nas Eleições 2018. O secretário de Estado de Segurança, Roberto Sá, e o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), Desembargador Carlos Eduardo da Fonseca Passos, lideraram a reunião, onde foram apresentadas as plataformas de ação dos cinco grupos de trabalho mobilizados: Inteligência, Planejamento Operacional e Logística, Soluções Tecnológicas e Comunicações, Assessores Institucionais de Imprensa e Capacitação de Servidores.

 

 

A subsecretária de Educação, Valorização e Prevenção, Helena de Rezende, que integra o Grupo de Trabalho de Capacitação de Servidores, reforçou que uma cartilha integrada será elaborada para capacitação dos agentes das forças de segurança. A capacitação presencial deve começar em abril. O subsecretário de Inteligência, Fábio Galvão, reforçou que os agentes atuarão no recebimento, concentração e difusão das informações para qualificar os dados. Ele sugeriu que seja feito um workshop com especialistas para esclarecimento das principais transgressões eleitorais. O subsecretário de Comando e Controle, Rodrigo Alves, explicou que o Grupo de Trabalho de Planejamento Operacional e Logística solicitou o encaminhamento pelo TRE dos locais para distribuição das urnas e acautelamento das mesmas no período pré-eleitoral, bem como da definição final das zonas eleitorais. Ele antecipou que já há um alinhamento quanto às áreas de concentração das equipes de polícia judiciária. O assessor-chefe da Ascom Seseg, Pedro Dantas, ponderou sobre questões relacionadas à mídia, como a necessidade de identificação visual do grupo de coalização por meio de uma logomarca, a necessidade de campanhas na mídia contra o coação eleitoral e a definição de porta-vozes da coalizão. Estão previstas reuniões periódicas dos grupos de trabalho até o final das eleições.

 

Grupo de Trabalho de Inteligência alinha ações para as eleições de 2018


Na terça-feira (30/01), integrantes do Grupo de Trabalho de Inteligência se reuniram no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Cidade Nova, para alinhar as ações que serão empregadas para as Eleições 2018. Integrantes da Secretaria de Estado de Segurança, Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e de Inquéritos Especiais, polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Secretaria de Estado de Administração Penitenciária, Ministério Público Estadual e Ministério Público Federal estarão atuando em conjunto durante o período eleitoral.

 

A Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança coordena as ações de inteligência envolvendo as eleições. A SSINTE busca as informações referentes a crimes eleitorais, encaminhando os casos para o Sistema de Inteligência de Segurança Pública do Rio de Janeiro (SISPERJ), Ministério Público Federal, Polícia Federal e Tribunal Regional Eleitoral para que tomem as providências cabíveis.

 


  • Fotos

  • 8 fotos | 02/02/2018

    Forças de segurança, procuradores e TRE-RJ  analisam preparativos para Eleições 



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________