Segurança

Notícias

Primeiros dias da Operação Integrada de Segurança têm avaliação positiva

 02/08/2017 - 10:00h - Atualizado em 02/08/2017 - 10:00h


O Secretário de Estado de Segurança, Roberto Sá, e o ministro da Justiça, Torquato Jardim se reuniram nesta terça-feira (01/08) no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) para um balanço dos primeiros dias da Operação Integrada. Os primeiros quatro dias de operação foram considerados positivos.


- Estamos fazendo reuniões de monitoramento com balanço das ações e o espírito de cooperação tem sido o melhor possível. Essa cooperação é um legado dos Jogos Olímpicos. Precisamos fazer ajustes, mas há um esforço da União na implantação do Plano de Nacional de Segurança Pública. Há uma otimização de recursos em prol de nossa sociedade - reforçou o secretário Roberto Sá.


Já o ministro fez questão de enfatizar o empenho do Governo Federal em apoiar o Rio no combate à criminalidade.


- É um trabalho que começa com inteligência e informação. A sensação de segurança precede a redução da criminalidade - disse ele, destacando ainda que uma estatística confiável ainda está em processamento.


Na manhã desta terça aconteceu ainda Operação Tempo Zero, envolvendo a Polícia Civil e a Polícia Rodoviária Federal, nas comunidades de Furquim Mendes, Ficap e Dique, no Jardim América, na Zona Norte do Rio. O objetivo foi cumprir mandados de prisão e mapear o local, que concentra roubos de carga e de veículos. Cerca de 90 policiais civis do Departamento Geral de Polícia da Capital (DGPC) e da Coordenadoria de Operações Especiais (CORE), além de 140 policiais rodoviários - com auxílio de cães e um helicóptero - participaram da operação. Onze pessoas foram presas, três menores foram apreendidos, houve recuperação de 28 veículos, sendo dois caminhões, 16 carros e dez motos, rádios comunicadores, além de grande quantidade de drogas apreendida. A ação teve apoio logístico do Sindicarga - Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários e de Cargas e Logística do Rio de Janeiro - para consultas online a lotes de mercadorias roubadas e uso de caminhões e pessoal para a retirada de cargas.


Durante a coletiva, o ministro apresentou dados sobre os 22 dias de preparação da Polícia Rodoviária Federal para execução do Plano Nacional de Segurança Pública nas fronteiras com Argentina, Paraguai e Bolívia. Neste período foi possível apreender 36 toneladas de maconha, 270 quilos de cocaína, 32 quilos de crack, 76 armas de fogo (entre fuzis e pistolas). Houve ainda recuperação de 163 veículos roubados e 1.572 presos, em flagrante ou por meio de cumprimento de mandado de prisão.

Antes da entrevista, houve um encontro preliminar com o comandante-geral da Polícia Militar, Cel. Wolney Dias, o chefe de Polícia Civil, Carlos Leba, os subsecretários de Assuntos Estratégicos, Roberto Alzir, de Comando e Controle, Rodrigo Alves e de Inteligência, Fábio Galvão, além do secretário Nacional de Segurança Pública, General Santos Cruz e de representantes da Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal para troca de informações.


Desde a última quinta-feira, (27/08), o CICC é palco de reuniões estratégicas entre os governos Federal, Estadual e Municipal para alinhamento do Plano Nacional de Segurança Pública. O secretário Roberto Sá se reuniu com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, na quinta (27/07), no CICC quando foram apresentadas as diretrizes da operação, posteriormente anunciada no Comando Militar do Leste. Na sexta (28/07) as tropas das Forças Armadas já estavam nas ruas após a publicação, pelo Presidente Michel Temer, do decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), no Diário Oficial da União. A medida permitiu a mobilização de 8,5 mil homens das Forças Armadas, 620 da Força Nacional, 380 da PRF, mais 740 policiais rodoviários federais locais. No sábado (29/07), o secretário de Segurança, Roberto Sá, o ministro da Defesa, Raul Jungmann e o comandante da Operação Integrada, General Mauro Sinott, reuniram a imprensa para avaliação do primeiro dia da operação. Na ocasião o ministro chegou a agradecer a população do Rio pela maneira comovente como recebeu esse esforço conjunto. Também no domingo (30/07) houve nova reunião das autoridades de segurança, no CICC. Participaram o Secretário Roberto Sá; o Ministro da Justiça, Torquato Jardim; além do secretário Nacional de Segurança Pública, General Santos Cruz e das lideranças das polícias civil, militar e rodoviária federal. Em seguida, as autoridades foram até o Comando Militar do Leste para um encontro com o Presidente Michel Temer, que veio especialmente ao Rio acompanhar o trabalho, juntamente com o governador Luiz Fernando Pezão e o prefeito, Marcelo Crivella. 




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________