Obras

Notícias

Obras

Complexo de Gericinó ganha duas novas cadeias públicas

 03/03/2011 - 13:58h - Atualizado em 03/03/2011 - 14:41h
 » Guedes de Freitas

Governador anunciou que irá usar mão de obra de detentos no Maracanã e PAC II


O governador Sérgio Cabral inaugurou, nesta quinta-feira, o novo sistema de identificação de visitantes, instalado na portaria principal do Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio, e, em seguida, as cadeias públicas Bandeira Stampa e José Frederico Marques com capacidade para abrigar mais de mil presos. Com as duas unidades inauguradas hoje, as pessoas autuadas em flagrante irão diretamente para essas novas cadeias para esperar julgamento e não mais para as carceragens das delegacias da Polícia Civil.<p>

 

Vice-governador, Luiz Fernando Pezão, garantiu que Programa Delegacia Legal deverá ser concluído até o final do ano - Foto: Carlos MagnoAtualmente, há cerca de 3,3 mil presos custodiados em unidades da Polinter. Esses detentos irão ser gradativamente transferidos para as novas casas de detenção que deverão ser construídas e inauguradas até o fim do ano – a próxima a ser entregue, ainda este mês, fica em Magé, na Baixada Fluminense. O Programa Delegacia Legal está licitando duas em São Gonçalo, no Leste da Região Metropolitana, uma em Rio Claro e outra em Resende, ambas na Região do Médio Paraíba. Uma oitava está prevista para Araruama, na Região dos Lagos.<p>

 

Cabral elogiou a gestão atual da Secretaria de Administração Penitenciária ressaltando o zelo com que cuida do sistema no Estado do Rio.<p>

 

- Vejo no coronel César Rubens (Monteiro, secretário de Administração Penitenciária) um líder tratando com muito zelo as suas responsabilidades. Ele tem zelo por seus servidores, pelos aprisionados e pelos familiares dos agentes e dos presos. Isso é fundamental para o processo de ressocialização de presos – afirmou Cabral.<p>

 

O secretário reivindicou ao governador uma bonificação aos diretores das duas novas cadeias inauguradas hoje, igual à que é paga aos gestores de todas as unidades prisionais do sistema penitenciário. César Rubens pediu mais: uma completa reestruturação administrativa de sua pasta que agora vai abrigar as cadeias públicas que estão sendo construídas.<p>

 

– Nossa secretaria está em expansão. Com as novas unidades, haverá um demanda de custeio e de investimentos não prevista em nossa atual estrutura. Temos de equipar essas novas unidades com moderna tecnologia, como ocorre em todas as outras do sistema, cada uma com seu sistema próprio de monitoramento de câmeras. E todas as novas cadeias públicas terão diretores com cargos comissionados. É natural que haja essa reestruturação da pasta com previsão de todos os custos e investimentos necessários - pregou o secretário.<p>

 

Visitante só entra se for cadastrado<p>

 

O novo sistema de identificação de visitantes é composto por catracas acopladas a monitores, onde a pessoa que vai visitar preso terá de se identificar, através do uso de um cartão eletrônico contendo seus dados. O visitante só recebe o cartão depois de fazer um prévio cadastramento no núcleo de controle, ao lado do 14º BPM. Sem o cartão, ele não consegue entrar no sistema penitenciário. Cabral e o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, planejam aplicá-lo nos batalhões da Polícia Militar para a liberação de armas aos policiais que vão entrar em serviço. Na portaria, há ainda um scanner, capaz de detectar armas, celulares e drogas escondidos ,inclusive em partes íntimas do visitante, que só é usado em situações especiais.<p>

 

Mão de obra apenada será usada no Maracanã<p>

 

Na solenidade de inauguração, o vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão, disse que as obras do Maracanã e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2 deverão usar mão de obra apenada, como ocorre na Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae). Ele ainda garantiu que o Programa Delegacia Legal deverá ser concluído este ano, antecipando, inclusive, o compromisso com o Ministério Público de inaugurar todas as cadeias públicas até meados de 2012.<p>

 

– Até o fim do ano, entregaremos todas as delegacias legais e colocaremos uma cadeia pública em cada região do estado – prometeu Pezão, informando que, ainda em março, serão inauguradas a cadeia pública de Magé e mais sete delegacias legais.


  • Fotos

  • 03032011presidio4.jpg

    1 foto | Obras | 03/03/2011

    Inauguração de casa de custódia em Gericinó

    Inauguração de casa de custódia em Gericinó



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

_____________________   Participe das redes sociais   _____________________