Obras

Notícias

Obras

Governo restaura duas estações ferroviárias em Valença

 23/12/2015 - 16:00h - Atualizado em 23/12/2015 - 16:10h

Espaços de Conservatória e Juparanã se tornaram centros de cultura e de lazer


 

 

VALENÇA - O governador Luiz Fernando Pezão entregou, nesta sexta-feira (18/12), mais duas obras do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur-RJ), da Câmara Metropolitana de Integração Governamental. Por meio da Secretaria de Obras, o Prodetur restaurou as instalações das estações ferroviárias de Barão de Juparanã e de Conservatória, dois distritos de Valença, no Centro-Sul Fluminense. O projeto de recuperação das duas estações – orçado em R$ 3,2 milhões – incorpora as recomendações do Instituto Estadual de Patrimônio Artístico e Cultural (Inepac), para preservar as características e o valor histórico das edificações.

– As obras resgatam esses espaços como símbolos de uma época de pujança econômica da região, o Ciclo do Café, transformando-os em centros de convivência, cultura, lazer e atração turística – disse o governador Pezão.
 

Construída em 1883, em estilo neoclássico, a estação de Conservatória será utilizada como rodoviária local, além de contar com espaços destinados ao atendimento aos turistas e para exposições. Também foram reservadas áreas para implantação de uma cafeteria, além da manutenção do posto da Polícia Militar. As melhorias foram feitas na estrutura da edificação, nas plataformas e nos acessos, incluindo a construção e a reurbanização do entorno.

Já a Estação de Barão de Juparanã, que este ano completa 150 anos da sua inauguração, sedia o centro de visitação do Parque da Concórdia e conta com amplos espaços para abrigar manifestações de caráter cultural, áreas de exposição e um pequeno auditório. A estação tem ainda áreas específicas para a implantação de uma cafeteria, serviços bancários e dos Correios.

– Com as intervenções realizadas pelo Prodetur-RJ, estamos destacando pontos turísticos importantes para a cidade e, consequentemente, alavancando a atividade no município. Além disso, o projeto tem potencial para se tornar modelo bem sucedido de restauro e ocupação para outros prédios históricos da região – afirmou o secretário de Obras, José Iran Peixoto Filho.

Melhorias preservam a história das estações

Distante 148 quilômetros do Rio, a sede do município de Valença conserva patrimônio remanescente do apogeu cultural do Ciclo do Café, presente em casarios, igrejas, parques, jardins e fazendas. A cidade foi um das maiores produtoras de café do estado do século 19.

No distrito de Conservatória, o Prodetur-RJ investiu R$ 5,3 milhões na revitalização de outras atrações como a reforma e reurbanização da Praça Getúlio Vargas; a construção da plataforma e cobertura para a locomotiva do Trem 206; e a adequação do Túnel Que Chora. Essas obras foram entregues no final do ano passado e a fiação subterrânea na área central encontra-se em fase de implantação.

População comemora reformas

Moradora de Valença há 49 anos, Cristina Perrato, 51 anos, aprovou as reformas.

– As estações recebem muitos visitantes e essas melhorias vão ajudar a alavancar ainda mais o turismo na região – disse a técnica agrícola.

Programa Asfalto da Porta recupera ruas

O governador Luiz Fernando Pezão também entregou a pavimentação das seguintes ruas de Conservatória: capitão Adilson Rosa, Antônio Moreira e Pedro Madson. Totalizando 1,9 mil metros de extensão, as obras receberam investimentos de R$ 654.237,42 mil pelo programa Asfalto na Porta.


  • Fotos

  • Conservatória DSCN8321.JPG

    4 fotos | 12/06/2017

    Governo restaura duas estações ferroviárias em Valença



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________