Habitação

Notícias

Habitação

Investimento em infraestrutura melhora a qualidade de vida em municípios do Rio

 26/06/2012 - 14:14h - Atualizado em 05/07/2012 - 11:02h
 » ASCOM SEH / Fotos de obras realizadas nos municípios de Três Rios e Queimados

Obras realizadas pela Secretaria de Habitação levam saneamento básico e urbanização para municípios da Baixada e do interior


A realização de obras de infraestrutura, como instalação de redes de esgotamento sanitário, de água potável, águas pluviais, além de obras de pavimentação, iluminação e paisagismo, tem levado à população fluminense o chamado conceito de habitabilidade, ou seja, a possibilidade habitar um lugar com mais qualidade de vida. As intervenções promovidas pela Secretaria de Estado de Habitação, por meio da Companhia Estadual de Habitação (Cehab), têm garantido dignidade à população fluminense.

– O investimento em infraestrutura de urbanização é fundamental para que a população possa viver dignamente. A implantação de saneamento básico nas comunidades é fator determinante para redução de doenças e preservação do meio ambiente. Temos que popularizar em ações o tema sustentabilidade – afirma o secretário de Estado de Habitação, Rafael Picciani.

No bairro Jardim São Miguel, no município de Queimados, por exemplo, a estação de tratamento de esgoto está sendo implantada com a instalação de 16 quilômetros de rede de esgotamento sanitário e oito de sistema de drenagem pluvial.

Além disso, 21 ruas do município recebem pavimentação, beneficiando a mobilidade de 1.960 famílias. Até o final da obra, com 80% dos trabalhos executados, serão empregados R$ 25,8 milhões. Outros empreendimentos serão executados ainda nos bairros de Carmo e São Francisco, orçados em R$ 32,3 milhões.

O secretário de Habitação, Rafael Picciani, destaca que estas iniciativas promovem o desenvolvimento sustentável da região, melhora a qualidade de vida da população e eleva a saúde de crianças e adultos.

– Em nosso Estado, estamos colaborando para atingir as metas que líderes mundiais e representações ambientalistas debateram recentemente na Conferência das Nações Unidas, a Rio+20 – diz Rafael.

O conjunto habitacional Rua Baronesa de Mesquita (Campo do América), na Baixada Fluminense, em Mesquita, com obras concluídas, trouxe benefícios para 425 famílias. Foram investidos R$ 980 mil e construídos uma creche/berçário de dois pavimentos, quadra poliesportiva coberta, paisagismo e lazer da creche, do playground e da quadra.

Todo o esforço do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Habitação, segundo Rafael Picciani, representa a busca permanente de desenvolvimento local com sustentabilidade, geração de emprego e renda, além de saúde – reforça o secretário.

Investimentos em infraestrutura no Rio e Baixada

Na Zona Norte, no conjunto Barros Filho, com 57% de intervenções em infraestrutura finalizadas, as ações contemplam esgotamento sanitário, água potável, águas pluviais, pavimentação, iluminação e paisagismo. Serão beneficiadas 1.260 famílias do empreendimento desenvolvido pela Caixa Econômica Federal (CEF) em parceria com o governo do Estado, por meio do programa Minha Casa, Minha Vida. Pensando na geração de renda, a Secretaria de Habitação está construindo no local um edifício comercial com doze lojas. O investimento do Estado é de R$ 4,2 milhões.

No Conjunto Nova Sepetiba, Zona Oeste do Rio, a área de proteção ambiental está sendo recuperada e construídas quatro praças com equipamentos comunitários e urbanização. Outras nove praças também estão sendo recuperadas e reurbanizadas. A um custo de R$ 6 milhões, as obras estão 84% concluídas.

Já no Engenho da Rainha, ainda no começo das obras, que terão um custo de R$ 1,4 milhão, em área remanescente e desocupada do conjunto Engenho da Rainha, serão realizados serviços de terraplenagem, instalação de redes de água potável, de esgoto sanitário, pavimentação, urbanização, lazer, paisagismo, vestiário, quadra poliesportiva, núcleo de apoio comunitário e centro de convivência para o idoso.

Em Duque de Caxias, na comunidade Vila Esperança, Imbariê, serão construídas 56 unidades habitacionais, com toda a infraestrutura de urbanização para 1300 famílias, com projetos estruturais, pavimentação, drenagem, esgoto, água, urbanismo, iluminação e instalações hidrossanitárias. As obras orçadas em R$ 29,4 milhões começaram em abril e têm término previsto para outubro de 2013.


  • Fotos

  • DSC02509 (1).JPG

    5 fotos | Habitação | 03/07/2012

    Investimento em infraestrutura melhora a qualidade de vida em municípios do Rio (FOTOS)

    Teste



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

PROGRAMAS E AÇÕES

_____________________   Participe das redes sociais   _____________________