Esporte, Lazer e Juventude

Notícias

Jovens de comunidades carentes recebem diplomas de formatura no Theatro Municipal

 11/12/2018 - 12:43h - Atualizado em 11/12/2018 - 12:43h
 » Renata Cruz

Cerimônia marcou o encerramento dos cursos da área de beleza oferecidos pelos CRJs da Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude


Cerca de 600 jovens de comunidades carentes da cidade do Rio de Janeiro foram as estrelas do Theatro Municipal na noite de ontem. Em traje de gala e acompanhados de familiares, eles receberam certificados de conclusão dos cursos de beleza oferecidos pelos Centros de Referência da Juventude (CRJs). Para muitos, o evento teve um simbolismo ainda maior, já estavam entrando pela primeira vez em um dos mais emblemáticos espaços culturais do país, palco que já recebeu nomes como Maria Callas, Sarah Bernhardt, Bidu Sayão e Heitor Villa-Lobos.

 

Larissa Paula, 25 anos, era uma das estreantes da noite no local. Ela, que recebeu diploma no curso de maquiagem, estava encantada com a beleza do Municipal e tirava fotos para postar em suas redes sociais.

 

- É a minha primeira vez aqui. Estou emocionada porque foi um grande desafio concluir esse curso. Quem conseguiu chegar até o fim foi porque lutou muito, quis muito. Eu agradeço demais essa oportunidade – contou.

 

Os jovens, entre 15 e 29 anos, receberam diplomas dos cursos de depilação, barbeiro, cabelereiro, manicure, trancista, maquiagem, designer de sobrancelha, estética e extensão de cílios. As aulas tiveram carga horária de 100 horas e foram oferecidas por professores voluntários das unidades de Manguinhos, Complexo do Alemão, Cidade de Deus e Fumacê. Os CRJs são espaços voltados para a prática de atividades esportivas, culturais e de lazer, administrados pela Superintendência de Políticas para a Juventude (SUPJ), vinculada à Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (SEELJE).

 

Antes da cerimônia de entrega dos certificados, a cantora Thaiz Macedo cantou o hino nacional e um grupo de 80 alunos das aulas de dança do CRJ Manguinhos fez apresentações. Ana Botafogo, primeira bailarina e diretora artística do balé do Theatro Municipal, participou do evento fazendo uma surpresa aos bailarinos.

 

– Vim prestigiar esse evento tão importante, até porque muitas dessas meninas nunca estiveram aqui antes, o grande palco do nosso país. Essa noite tem um significado emblemático e espero que elas possam levar a memória desse dia para o resto das suas vidas – disse.

 

Em seu discurso, o secretário de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, José Ricardo Brito, desejou sucesso aos formandos e ressaltou a importância das parcerias na realização de projetos.

 

- Estar aqui é motivo de orgulho para mim. Falar de juventude é falar do amanhã e vejo muitas portas se abrindo no mercado de trabalho para vocês, que mantiveram o interesse nos cursos mesmo passando por dificuldades. As parcerias são fundamentais na realização de projetos como esse. Desejo muito sucesso a todos – frisou.

 

Para a superintendente da SUPJ, Jéssica Ohana, esse tipo de formatura reforça o compromisso do estado em garantir acesso à educação, lazer, trabalho e capacitação profissional para meninos e meninas de áreas carentes.

 

- Todas essas estratégias ajudam a diminuir a violência contra a juventude negra e pobre. São ações que visam incluir socialmente, garantir acesso e dar oportunidade e autonomia a eles. A favela faz história neste Theatro no dia de hoje – afirmou.

 

Também participaram da cerimônia o secretário nacional de Juventude, Assis Filho, o ex-secretário de Esporte, Lazer e Juventude e deputado estadual Thiago Pampolha, o presidente da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), Gilson Rodrigues, o presidente do Fórum Estadual de Gestores da Juventude, Robson Guimarães, e a diretora dos cursos na área de beleza dos CRJs, Lenny Ferreira.

 

Sobre os CRJs

 

Atualmente há seis CRJs em funcionamento no Estado: Complexo do Alemão, Cidade de Deus, Fumacê, Manguinhos, Petrópolis e Vila Paciência. Cada unidade atende até 1,5 mil jovens em cursos que variam de acordo com as características de cada localidade. Para se matricular, é necessário o documento de identidade, CPF, comprovante de residência e atestado médico. Para os menores de 18 anos, além de todos esses documentos, é necessária uma declaração escolar e a presença do responsável no ato da matrícula. 




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________