Esporte, Lazer e Juventude

Notícias

RAONI MONTEIRO VENCE O RIO SURF PRO BRASIL / RECREIO

 06/08/2018 - 16:01h - Atualizado em 06/08/2018 - 16:51h

Nas ondas da praia da Macumba, atletas renomados fazem a festa do público e garantem o topo do pódio.


 

 

 

Raoni Monteiro foi o grande vencedor do Rio Surf Pro Brasil, na Praia da Macumba.Crédito: Pedro Monteiro

 

 

 

O sol típico de inverno e as boas ondas de meio metro contribuíram para mais um bom espetáculo no terceiro dia de competições do Rio Surf Pro Brasil 2018, realizado neste fim de semana, na Praia da Macumba, no Recreio dos Bandeirantes. O bom público presente aplaudiu de pé Rodrigo Sphier, Raoni Monteiro, Camila Cassia e Evelyn Neves, os grandes vencedores da competição. Os atletas já marcaram o nome na história do surf nacional brasileiro.

 

O evento foi coordenado pelo Recreio Surfe Clube, garantindo um show de altíssimo nível e transformando as inscrições em premiação. Na grande final do longboard, prevaleceu a força do campeão do mundo Rodrigo Sphier, de Saquarema. Ele levou a melhor sobre Carlos Bahia, surfista de Maresias. Na categoria feminina Evelyn Neves venceu pela primeira vez a competição, derrotando a bicampeã brasileira Maina Thompson.

 

Na disputa final das pranchinhas entre os homens, aconteceu um duelo entre três surfistas do Rio de Janeiro e um baiano que já mora no Rio de Janeiro a mais de 10 anos. Acostumados a surfar as ondas pesadas de Saquarema, Joao Vitor, Daniel Templar e Raoni Monteiro mostraram muita desenvoltura nas ondas mais deitadas da Macumba. Correndo por fora, o baiano radicado no Rio, Alandreson Martins, que já treinou muito na praia da Macumba, tentou surpreender com um belo aéreo, mas faltou uma segunda onda no somatório das duas melhores para entrar na disputa e acabou terminando na quarta colocação. O saquaremense Daniel Templar, ainda amador, não acertou as finalizações e terminou em terceiro. Mais agressivo nas manobras, Joao Vitor chegou a liderar com a maior nota da final, mas Raoni Monteiro foi impecável na segunda parte da final e comandou as ações, marcando 15,75 pontos entre os 20 possíveis para superar seus adversários

 

Já na categoria feminina da final pranchinhas, a surfista de Ubatuba, Camila Cassia, travou um duelo a parte com a cearense radicada no Rio, Yanca Costa. No final da bateria, Camila pegou uma boa onda para a direita e virou o jogo.

 

Esta foi a décima segunda etapa do Tour Abrasp 2018, que já passou pelo Ceará, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo, Paraná e no Rio de Janeiro. O projeto Rio Surf Pro Brasil 2018 será composto por três eventos e a próxima etapa vai acontecer na Praia do Grumari, em setembro.

 

Ações sociais e ambientais

 

Durante o Rio Surf Pro Brasil 2018, foi realizada uma campanha de arrecadação de alimentos. As doações foram encaminhadas para a Ação Social Recreio, uma Organização Não Governamental criada em 2015 por moradoras do bairro. A instituição possui 15 voluntárias fixas e conta com o apoio de profissionais de diversas áreas, como psicólogos, fisioterapeutas, fonoaudiólogo, entre outros. O trabalho atende cerca de 40 famílias do Recreio, Vargens, Guaratiba e Jacarepaguá, que recebem remédios, doações, cestas básicas, fraldas e etc. Na sede da instituição, no Terreirão, são oferecidas gratuitamente aulas de português, matemática, inglês e alfabetização. A Ação Social Recreio também presta apoio a asilos e abrigos locais. A cada cinco quilos doados os participantes dessa ação concorreram a um número para o sorteio de uma prancha oferecida pela Super Glass. Em paralelo a ação social, a Recicla Surf realizou uma ação ambiental, estimulando um mutirão de limpeza, distribuindo sacolas biodegradáveis e copos personalizados para reduzir o uso dos descartáveis e promoveu uma oficina sustentável.




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________