Esporte, Lazer e Juventude

Notícias

CRJ Fumacê usa a dança urbana para inclusão social

 13/03/2018 - 11:28h - Atualizado em 13/03/2018 - 11:50h

Atividade acontece dentro do projeto "Jovens de Periferia" e atende 40 alunos


 

 

 

Espaço da Superintendência da Juventude, vinculada à Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje), o Centro de Referência da Juventude Fumacê (CRJ Fumacê) vem usando o street dance (dança urbana) para integrar e transformar a vida dos jovens da comunidade. A responsável pela iniciativa é a professora Suellen Mascarem, cujo Projeto “Jovens de Periferia”, atende cerca de 40 alunos, incluindo pessoas com deficiência. As aulas acontecem segundas e quartas, a partir das 19h.

 

 

Segundo a professora, por explorar múltiplos movimentos, o objetivo do street dance é ajudar na transformação social e no desenvolvimento humano de cada aluno. Ela explica que os integrantes do projeto aprendem técnicas de respiração, posicionamento, direção e postura corporal.

 

 

- Aplicamos esses conhecimentos quase sempre em uma célula coreográfica para um melhor aprendizado. Mas o principal mesmo é a transformação social que a dança causa. Integrando e modificando a vida das pessoas – explica Suellen, aluna de dança da UFRJ, acrescentando que muitos dos alunos sonham em seguir carreira profissional.

 

 

Entre os alunos está Wendel de Oliveira, de 25 anos, que é deficiente intelectual e faz dança desde os oito anos de idade. A mãe do rapaz diz que desde a escola ele já gostava de música.

 

 

- O meu filho sempre foi agitado, mas como gosta de dança resolvi colocá-lo no CRJ. Ele melhorou muito o comportamento. Aqui ele se distrai e interage com as pessoas – afirma Ana Paula, mãe do dançarino.

 

 

As atividades físicas são recomendadas por professores e especialistas, desde a infância até a terceira idade. Além dos tradicionais esportes, como natação e futebol, a dança com seus diferentes estilos está tomando conta do espaço. Mas segundo especialistas os alunos interessados em ingressarem em qualquer atividade, devem fazer uma avaliação médica.

 

 

- A dança urbana trabalha equilíbrio, flexibilidade e autoestima do praticante. Só é contraindicada para pacientes cardiopatas graves – explica o Médico do Esporte, Antônio Polaco.

 

 

O CRJ Fumacê atende hoje cerca de 130 alunos nas seguintes atividades: Barbearia; Capoeira; Crossfit; Street Dance (dança de rua); Designer de Sobrancelhas; Desenho; Informática; Máquinas Pesada; Muay Thai; Treinamento Funcional; Violão; Vôlei; e Zumba. CRJ Fumacê fica na Rua Olavo Souza Aguiar - s/nº - Realengo.

 


 


  • Fotos

  • 3 fotos | 13/03/2018

    CRJ Fumacê usa a dança urbana para inclusão social IMAGEM

    STREET DANCE



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________