Esporte, Lazer e Juventude

Notícias

Eventos esportivos correspondem a 26% projetos do calendário ‘Rio de Janeiro a Janeiro’

 02/03/2018 - 15:12h - Atualizado em 02/03/2018 - 15:25h

A expectativa é injetar até R$13,2 bilhões na economia com a geração de 351 mil empregos com o programa



O argentino Diego Schwartzman comemora o título do Rio Open 2018, que integra o 'Rio de Janeiro a Janeiro' e foi realizado de 19 a 25 de fevereiro, no Jockey Club Brasileiro / Foto: Rogério Santana

 

Em uma cerimônia no Museu de Arte do Rio (MAR), no Centro, o Ministério da Cultura divulgou, na manhã desta sexta-feira (02/03), a lista final de eventos que integram o ‘Rio de Janeiro a Janeiro’. Idealizado por meio de uma parceria entre os Governos Federal, Estadual e Municipal, o programa tem por objetivo contribuir para a revitalização econômica do estado por intermédio de realizações de eventos capazes de atrair investimentos e turistas. Ao todo, 831 projetos foram avaliados e 617 foram para a análise final. Entre estes, 154 receberam as melhores avaliações e critérios de excelência como: impacto e retorno econômico e social. Entre os projetos, 62% são culturais, 26% esportivos e 12% são corporativos, além de 26 que vão acontecer em outros municípios fluminenses.
 

- Há quase uma semana, o Rio de Janeiro recebeu o Rio Open, maior torneio de tênis da América do Sul, e que faz parte do calendário ‘Rio de Janeiro a Janeiro’. Além da competição em si, que tem porte de um ATP 500 e reúne grandes nomes do esporte, o Rio Open tem alcançado números que movimentam a cidade diretamente: em 2017, por exemplo, 37% do público era de fora do Rio. Ou seja, estas pessoas vão à competição e acabam buscando outras atrações na cidade, como restaurantes e bares. Isso promove um impacto de 15 milhões em impostos municipais, estaduais e federais. A Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude acredita no potencial e na experiência que o Rio de Janeiro tem para sediar grandes eventos e, por isso, apoia iniciativas como o calendário. Ainda teremos só neste primeiro semestre os Jogos Cariocas de Verão e a etapa do Mundial de Surf – afirmou o subsecretário Pedro Guimarães, que esteve na cerimônia.
 

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) foi contratada pelo Ministério da Cultura para avaliar as propostas, que foram observadas sob a ótica de cinco critérios - potencial de impacto no turismo, na geração de renda e emprego, na atração de investimento e na inclusão social; e o potencial de expansão e de continuidade. Os 154 projetos com as melhores avaliações serão chancelados pelo programa, além de participar de pitching com as empresas estatais para apresentar suas ideias em busca de patrocínio. Todos os 617 eventos poderão captar recursos por meio das leis municipais, estaduais e federais de incentivo. A previsão é de que estes eventos injetem até R$ 13,2 bilhões na economia, gerando 351 mil empregos e R$ 773 milhões em tributos, para um investimento previsto de R$ 1,06 bilhão na realização.
 

- O Programa ‘Rio de Janeiro a Janeiro’ visa recolocar o Rio de Janeiro no trilho do desenvolvimento econômico por meio de uma das suas vocações, que é justamente a economia criativa e o segmento de eventos de cultura, esporte, turismo e negócios - disse o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, que ainda destacou que os impactos cultural, social e econômico de todos os eventos do programa serão mensurados pela FGV, que vai acompanhar o desenvolvimento dos projetos, com relatórios trimestrais e uma avaliação final.
 

O programa ‘Rio de Janeiro a Janeiro’

De acordo com um estudo da FGV, um incremento de 20% no fluxo de turistas tem um impacto de 6,1 bilhões na economia do estado e gera, ao menos, 170 mil novos empregos. Eventos bem sucedidos e já tradicionais no Rio de Janeiro, o Carnaval e o Reveillon são exemplos. Os dias de folia este ano na cidade atraíram 6,5 milhões de pessoas e injetou R$ 3,02 bilhões na economia. Esse valor é 6,8% maior do que o registrado no Carnaval de 2017 – um aumento significativo. Já a virada para 2018 indicou que o evento teve um impacto global na economia carioca de R$ 1,92 bilhão, segundo a FGV. 


  • Fotos

  • 3 fotos | 02/03/2018

    Eventos esportivos do calendário 'Rio de Janeiro a Janeiro'



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________