Esporte, Lazer e Juventude

Notícias

Rio de Janeiro recebe eventos esportivos internacionais em 2018

 09/01/2018 - 14:22h - Atualizado em 09/01/2018 - 14:32h

Times fluminenses também buscam títulos na Libertadores da América e Copa Sul-Americana



Adriano 'Mineirinho' comemora o título da etapa brasileira do Mundial de Surf, em Saquerema, em 2017. Cidade da Região dos Lagos do Rio será sede novamente do campeonato, no mês de meio / Foto: Rogério Santana

 

Pode preparar a torcida porque este ano o cardápio de competições está repleto. Novamente, o Rio de Janeiro será anfitrião de grandes eventos esportivos. O Rio Open, a etapa brasileira do Mundial de Surf e a Maratona do Rio são algumas das atrações confirmadas. Viabilizadas pela Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje), por intermédio da Lei de Incentivo ao Esporte, as competições fazem parte do calendário esportivo do estado.
 

- É motivo de orgulho que o Rio de Janeiro esteja novamente no rol de sedes de competições tão importantes como o Rio Open, o WSL e Maratona do Rio. Muito além de movimentar a economia do estado, com geração de empregos e a vinda de turistas para cá, esses eventos deixam um legado social para a população. Foi por meio do torneio de tênis que um aluno do nosso projeto social na Rocinha foi aos Estados Unidos para treinar por uma semana, além de termos beneficiados dois municípios fluminenses com novos espaços esportivos e de lazer: a academia ao ar livre de São João de Meriti e a quadra poliesportiva da Vila do Abraão, na Ilha Grande – argumentou o secretário da Seelje, Thiago Pampolha.
 

Já no próximo mês, a cidade recebe o Rio Open, o maior torneio de tênis da América do Sul. A quinta edição da competição será de 19 a 25 de fevereiro, no Jockey Club Brasileiro, e faz parte do grupo de 13 torneios denominados ATP 500, sendo um dos 22 mais importantes do calendário mundial. Três jogadores de ponta já foram confirmados: o atual campeão Dominic Thiem, o croata Marin Cilic e o francês Gael Monfils, garantindo mais uma vez pelo menos um top 5 e dois top 10 na chave, a competição já se tornou tradicional.
 

Das quadras para as águas. A etapa do Rio de Janeiro do Circuito Mundial de Suf, que agitou a Região dos Lagos, está de volta a Saquarema. De 10 a 19 maio, a ‘Maracanã do surf’, como é conhecida a praia de Itaúna, deve lotar mais uma vez com o público animado para ver nomes como Gabriel Medina e Adriano 'Mineirinho', que este ano defende o título, pois foi o campeão dessa etapa em 2017.
 

Em 2018, a Maratona do Rio vem cheia de novidades. A principal delas é que a corrida de 42 quilômetros passa a ser uma prova pura, com percurso exclusivo e largada antecipada para às 7h.O objetivo é crescer e qualificar ainda mais a prova para tentar transformá-la em uma das World Marathon Majors, as principais maratonas do mundo. A expectativa é que as quatro distâncias – 6, 10, 21 e 42 quilômetros reúnam 37 mil corredores, quatro mil a mais que a edição de 2017. O evento acontece dias 2 e 3 de junho.
 

Outros eventos que recebem o apoio da Seelje estão previstos para acontecer ao longo do ano: GranFondo, Desafio Raia Rápida, X-Games, NFL Global Town, além do Mundial Paralímpico de Ciclismo de Pista.
 

Clubes em busca de título internacional

Se em 2017 não veio nenhum título de expressão para o futebol fluminense, os quatro grandes do Rio têm uma nova chance este ano. Enquanto Flamengo já inicia a disputa pela Libertadores na fase de grupos, o Vasco da Gama vai precisar passar pela chamada ‘pré’ fase de grupos. Já Fluminense e Botafogo estão na Copa Sul-Americana e prometem não pouparem esforços para trazer o caneco para o estado. Além das competições internacionais, os torneios nacionais ganham cada vez mais espaço, como a Copa do Brasil e o Brasileirão 2018. Os times já entram em campo neste mês para o início da disputa do Estadual.
 

Ainda dentro das quatro linhas, este ano tem a Copa do Mundo. A Seleção Brasileira, sob o comando o técnico Tite, busca o hexacampeonato mundial de futebol. A Rússia, no Leste Europeu, será o país-sede do torneio, que reúne 32 seleções e será de 14 de junho a 15 de julho. O Brasil, que está no grupo E, estreia contra a Suíça, no dia 17/06. As demais partidas da primeira serão contra a Costa Rica e Sérvia, nos dias 22 e 27 de junho, respectivamente.
 

Brasil pelo mundo

O ano de 2018 para os atletas brasileiros de modalidades olímpicas será cheio. A começar pela delegação que participará dos Jogos Olímpicos de Inverno, em fevereiro, na cidade de PyeongChang (Coreia do Sul). Serão cerca de três mil atletas de quase cem países.
 

Abril será um mês especial para a Seleção Brasileira de Futebol Feminino. A equipe disputará a Copa América, que dará ao campeão, uma vaga nos Jogos Olímpicos de 2020 (Tóquio). O Brasil é o maior vencedor da competição: em sete edições, venceu seis (1991, 1995, 1998, 2003, 2010 e 2014). A Copa América será de 4 a 22 de abril, no Chile.
 

O vôlei, segundo esporte do coração dos brasileiros, também terá desafios importantes em 2018. A seleção masculina tentará o tetracampeonato mundial, que será disputado na Itália e Bulgária, em setembro. O time, que foi medalha de ouro nos Jogos do Rio, foi prata na Liga Mundial no ano passado.
 

Um bom termômetro para os próximos ciclos olímpicos serão os Jogos Olímpicos da Juventude, competição promovida pelo Comitê Internacional para atletas entre 14 e 18 anos e que, em 2018, será realizado em Buenos Aires, capital argentina. A ginasta do Rio de Janeiro Flávia Saraiva foi medalhista na última edição (2014), na China, quando conquistou a medalha de ouro no solo e as de pratas no individual geral e na trave. Ao todo, a delegação brasileira faturou 15 medalhas (seis de ouro, oito de prata e uma de bronze). 




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________