Esporte, Lazer e Juventude

Notícias

Crianças lotam praça em Realengo para ver Léo Moura apoiar ação social

 09/10/2017 - 13:20h - Atualizado em 09/10/2017 - 14:07h

Projeto, que recebe apoio da Seelje, atenderá até 700 jovens de 4 a 17 anos


Na Praça da Cohab, em Realengo, domingo é dia de relaxar, juntar a criançada e ir para a pracinha brincar e jogar futebol. Mas, neste fim de semana, a expectativa da criançada era poder ver e abraçar o lateral- direito do Grêmio, Léo Moura. O jogador veio especialmente do Rio Grande do Sul para chancelar a iniciativa de Marcelo Noberto que, há 20 anos, mantém por iniciativa própria uma escolinha de futebol na região. O jogador vai colaborar doando bolas e uniforme e o projeto contará com o apoio institucional da Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje). As inscrições começam nesta segunda-feira (09/10), às 14h.


Mesmo com o dia quente, brinquedos e animação à disposição, o estudante Igor Jonas, de 15 anos, há dois frequentando a escolinha, queria mesmo era vez o ex-jogador do Flamengo. Morador de Bangu, o jovem, caçula de três irmãos que perdeu a mãe há dois anos. Tem o craque como espelho e sonha ser jogador de futebol.

- Mesmo sem a minha mãe do meu lado, sigo em frente e não desisto dos meus sonhos. Sei que se ela estivesse aqui comigo estaria orgulhosa e me dando apoio – conta Igor, que disputou a Taça das Favelas deste ano.

Segundo o secretário da Seelje, Thiago Pampolha, o núcleo de Escolinha Léo Moura é essencial na vida desses jovens.

- Com atividades esportivas conseguimos manter os jovens longe do tráfico e da violência. Além de formarmos cidadãos, podemos revelar também grandes talentos através desses projetos. Eu fico muito feliz em poder ajudar Realengo - comemora Pampolha.

A Escolinha, de fato, já existe há 20 anos, uma iniciativa própria de Marcelo Noberto, 47 anos, morador da comunidade e apaixonado por futebol. Mas com a chegada do jogador, a expectativa é que o número de crianças passe de 400 para 700. Léo Moura irá doar uniformes e bolas para o projeto.

- Agradeço a parceria com a secretaria de Esporte, Lazer e Juventude e o carinho de todos vocês que vieram aqui em pleno domingo nos prestigiar. Independente de time, o esporte em si é algo muito maior e que une as pessoas. Espero voltar e outras oportunidades e acompanhar esse projeto mais de perto. Em dezembro estou de férias e pretendo estar aqui para dar um abraço nessa molecada – anunciou Léo Moura.
 

O projeto

Desde 2013, o jogador mantém seis núcleos do projeto da Escolinha de Futebol e Cidadania Léo Moura, implantadas pela Seelje, por intermédio da Lei Péle. No caso de Realengo, a ideia é usar a expertise dessa experiência para apoiar o projeto de Marcelo Norberto. O objetivo da escolinha é incentivar a prática da modalidade em áreas carentes. As inscrições dos alunos podem ser feitas no próprio local, com um dos professores.

As inscrições começam nesta segunda-feira (09/10), das 14h às 17h, na Praça da Cohab; e das 18h30 às 20h30, no Campo do Universal, em Realengo. Os interessados devem preencher a ficha de inscrição e apresentar. um comprovante de escolaridade e um atestado médico que os habilite para a prática esportiva.

 

 

 

 

 

 


  • Fotos

  • 3 fotos | 09/10/2017

    Crianças lotam praça em Realengo para ver Léo Moura apoiar ação social



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________