Educação

Notícias

Educação

Bonificação por resultados

 05/12/2012 - 11:50h - Atualizado em 05/12/2012 - 11:50h

Conheça as diretrizes para o próximo ano


A Secretaria de Estado de Educação fará alterações no sistema de bonificação por desempenho deste ano, que valerão para a gratificação de até três salários-base adicionais que serão pagos em 2013. Para receber o bônus, o servidor deverá cumprir integralmente todas as normas. A medida visa promover a melhoria no processo de ensino e aprendizagem do Sistema Educacional do Estado do Rio de Janeiro, além de valorizar os profissionais da educação e garantir a eficiência do ensino prestado nas unidades escolares da rede estadual.

 

Atualmente, fazem jus à Bonificação por Resultados os servidores públicos efetivos da Seeduc, em exercício nas Regionais Pedagógicas, Regionais Administrativas, Diretoria Especial de Unidades Escolares Prisionais e Socioeducativas (Diesp), Coordenações de Gestão de Pessoas das Regionais e unidades escolares de Educação Básica de Ensino Fundamental, Ensino Médio, Médio Integrado à Educação Técnica de Nível Médio e Educação de Jovens e Adultos presencial e os professores do Programa de Aceleração de Estudos.

 

Entre as mudanças está a inclusão da Equipe de Acompanhamento e Avaliação da Inspeção Escolar para o recebimento do bônus. Além da redução da régua de meta de 80% para 70% de ID (Indicador de Desempenho no Saerj) para a Educação de Jovens e Adultos (EJA) presencial de cada escola do estado. Já 90% das unidades escolares vinculadas à regional deverão alcançar, no mínimo, 95% da meta de ID de cada escola de ensino regular.

 

O secretário Wilson Risolia comentou que as alterações visam a melhoria da qualidade de ensino e que a meta para 2013 é estar entre os cinco melhores estados no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica).

 

- Hoje, podemos dizer que mais de 85 mil servidores da Seeduc tentam atingir os resultados para ganhar o bônus adicional. Em 2012, cerca de 22 mil funcionários da Seeduc, das escolas, receberam bônus. Em 2013, a ideia é duplicar esse número.

 

Para atingir as metas e ganhar a gratificação, as escolas terão que seguir regras para serem elegíveis. O superintendente de Desenvolvimento de Pessoas, Antoine Lousao, destaca a importância das avaliações diagnósticas propostas pela Seeduc.

 

- A escola tem que trabalhar em equipe. O professor precisa lançar as notas e os diretores têm que acompanhar o processo de avaliação dos alunos. Além disso, vale ressaltar a extrema importância do Saerj e Saerjinho.

 

Para o cálculo da Bonificação por Resultados, são considerados o Indicador de Desempenho (ID) e o Indicador de Fluxo Escolar (IF), atribuindo-se pesos diferenciados de acordo com o cargo/ função exercido, conforme prevê a resolução.

 

A Seeduc manteve a regra de excluir o professor que boicotar a avaliação do recebimento de bônus por desempenho. A escola também perde a gratificação, mesmo atingindo a meta, se prejudicar o exame.
 




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

PROGRAMAS E AÇÕES

_____________________   Participe das redes sociais   _____________________