Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social

Notícias

UEZO e Marinha do Brasil inauguram laboratório de Tecnologia Naval e Offshore

 27/11/2018 - 14:35h - Atualizado em 28/11/2018 - 13:37h
 » Geovana Martins

Cerca de 300 alunos serão beneficiados por ano na instituição


Em parceria com o Arsenal de Marinha do Brasil, foi inaugurado, nesta quarta-feira (28,) o Laboratório de Tecnologia Naval e Offshore, na Fundação Centro Universitário Estadual da Zona Oeste (UEZO). Foram investidos R$ 500 mil em equipamentos para os alunos do curso de Tecnologia em Construção Naval, Engenharia Metalúrgica, Engenharia de Materiais e Engenharia de Produção e para o programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Materiais. Cerca de 300 alunos serão beneficiados por ano na instituição. O laboratório será composto de equipamentos voltados para estudos nas áreas de Ciência dos Materiais, como corrosão e sistemas de proteção, caraterização, metalurgia física e ensaios mecânicos.

 

 

Segundo o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social (Sectids), Gabriell Neves, esse acordo de cooperação entre a UEZO e o Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro garantirá aos alunos a formação técnica efetiva.

 

 

- Esse Laboratório de Tecnologia Naval e Offshore prevê para os alunos uma elevada formação prática. Além de garantir mão-de-obra de ensino superior para as empresas situadas no Parque Industrial da Zona Oeste do Rio, estabelecendo parcerias e consultorias na área - ressaltou Neves.

 

 

A subsecretária de Integração dos Programas Sociais da Sectids, Fernanda Polo Louredo, representando o secretário da Sectids, Gabriell Neves, comemorou a importância dessa inauguração para toda a comunidade.

 


- Percebo que hoje não foi apenas um evento de inauguração de um laboratório, foi algo ainda mais relevante. Agradeço a todos aqueles que contribuíram para que a UEZO continuasse trabalhando da sua melhor forma. Trata-se de uma instituição estratégica para o desenvolvimento da região da Zona Oeste, um polo industrial que está crescendo vertiginosamente – disse Louredo.

 


Segundo dados técnicos da UEZO, existe uma vocação maior da Zona Oeste para atividades industriais, com expansão superior à média observada em outras regiões da cidade. Das 8.362 empresas distribuídas por quatro regiões administrativas: Bangu, Campo Grande, Realengo e Santa Cruz, cerca de 630 são do setor industrial, destacando-se empresas de grande porte do setor metal-mecânico e siderúrgico.

 

 

Em seu discurso emocionado, a reitora da UEZO, Maria Cristina de Assis, destacou o trabalho realizado pelo secretário Gabriell Neves durante esse tempo de gestão. Entre as demandas atendidas, segundo ela, estão a implementação das bolsas docentes e discentes de incentivo à pesquisa UEZO via Faperj e o encaminhamento dos processos da progressão dos servidores docentes e técnicos da instituição.

 

 

- Estou à frente da Fundação Centro Universitário Estadual da Zona Oeste há um ano e nove meses e tenho muito a agradecer. Escolhemos este momento para sermos gratos aos atores estratégicos que nos auxiliaram a vencer esta primeira etapa desta difícil jornada. A gestão do secretário Gabriell Neves foi marcada por diálogos, parceria e desburocratização, atendendo às demandas das instituições vinculadas, UERJ, UENF, UEZO, CECIERJ E FAETEC – destacou Maria Cristina de Assis.

 

 

Além da entrega da placa em homenagem ao secretário, receberam a honraria o Coordenador da Escola Técnica do Arsenal de Marinha, Comandante Wilson Gonzaga Palmeira; o Diretor do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, Vice-Almirante Liberal Ênio Zanelatto; representante da Associação de moradores da Morada do Campo, Abigail Clemente Pinto; a diretora do Instituto de Educação Sara Kubistchek, Profa Dayse Cardoso Duque Estrada Leitão; o presidente da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande, Guilherme Leite Eisenlohr; o Coronel Nilton Miranda da Patrulha Aérea Civil; o presidente da Federação das Associações de Moradores do Município do Rio de Janeiro, Ludugério Antônio da Silva; o presidente da Câmara Comunitária de Campo Grande, Luiz Carlos Joaquim da Silva e o presidente do Grupo dos Treze, Jorges Dib.

 

A UEZO é vinculada à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social (Sectids).

 

Fotos: Gabriel Lobo 




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________