Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social

Notícias

Pai e Filho se reencontram após 24 anos

 21/06/2018 - 16:07h - Atualizado em 21/06/2018 - 16:08h
 » Renata Fortes

Parceria da FIA com o Detran une mais uma família


Um dos momentos mais esperados na vida de Felipe Bernardino da Silva, 24 anos, aconteceu nesta quinta-feira (21.06), na sede da FIA, em Botafogo. O jovem morador da Rocinha procurou o programa SOS Crianças Desaparecidas/FIA, vinculado à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social (SECTIDS), no início do mês de junho e contou à equipe técnica do Programa que há anos tentava localizar o pai, Gil dos Santos Bernardino, 47 anos, mas nunca havia conseguido encontrar pistas. Graças a parceria entre a FIA e o setor de identificação civil/DETRAN foi possível localizar o pai de Felipe. Após o atendimento inicial de Felipe, os profissionais da FIA deram início ao processo de localização, através do cruzamento de informações e pesquisas do Detran.
                 

O jovem relatou nunca ter conhecido Gil Bernardino apesar de ter o nome dele no registro de nascimento. Alguns desencontros familiares, ainda quando Felipe era bebê, fez com que os laços familiares fossem rompidos. A localização do pai, morador do bairro de Magalhães Bastos, Zona Oeste, só foi possível graças ao patrão de Felipe, João de Brito, que o incentivou a procurar o Programa SOS Crianças Desaparecidas. 


O encontro entre pai e filho foi marcado por muita ansiedade, emoção e nervosismo. Ambos contaram que esta noite foi difícil dormir. Seu Gil veio conhecer Felipe com a esposa Kelly Cristina, com quem é casado há 16 anos, e com uma das netas. Já Felipe veio à sede da FIA sozinho. “Eu sempre tive vontade de conhecê-lo. Sempre procurei por ele na internet, mas nunca consegui achar meu pai. Durante muitos anos eu sonhei com este dia. Vim aqui na FIA e contei a minha história e, em menos de um mês encontraram meu pai.”, contou Felipe.

                


O Sr. Gil resumiu o reencontro como uma explosão de alegria: “É algo surpreendente! Uma sensação que nunca imaginei passar: uma explosão de alegria! Achei que fosse passar mal quando vi meu filho. A imagem que eu tinha dele era de um bebê no meu colo! Sempre busquei Felipe no meu pensamento. Há quatro anos eu cheguei a procurá-lo, mas também não tive sucesso. Eu não conheci meu pai e não queria que meu filho também tivesse esta frustação. Eu só tenho a agradecer a Deus e ao Programa da FIA! Agora, é só festa, vamos comemorar tudo em família.”, disse o seu Gil.


Após o reencontro, a presidente da FIA, Neuza Jordão, contou que também estava apreensiva e nervosa: “Apesar de já acostumada com esses reencontros, essas emoções são sempre únicas. Unir famílias, laços afetivos é muito bom. É a sensação de dever cumprido. A nossa missão aqui na Fia e neste Programa SOS Crianças Desaparecidas é auxiliar na localização de crianças e adolescentes desaparecidos. E com muito empenho e dedicação que a nossa equipe trabalha e por isso, ao longo de 22 anos do Programa já foram localizadas 2.964 crianças e adolescentes.

 

Fotos: Renata Fortes
 




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________