Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação

Notícias

SECTI e Firjan estudam formas de financiamento de empresas a projetos de inovação

 11/02/2019 - 17:25h - Atualizado em 11/02/2019 - 17:25h

Empresas interessadas poderão receber contrapartidas


Fazer a diferença na vida da população fluminense através da inovação é, hoje, a principal missão da Subsecretaria de Captação de Recursos e Projetos em CT&I (SUBCAPP) da SECTI. E para que este objetivo se concretize, toda parceira que possa gerar frutos é bem-vinda. Foi pensando nisto que, na última sexta-feira (08/02), a subsecretária Luana Abreu Lourenço e parte equipe da SUBCAPP se reuniu com representantes da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), no Centro do Rio, para começar a acertar os detalhes de um trabalho de cooperação que promete ser promissor.

 

“A aproximação com a Firjan é fundamental porque nós iremos trabalhar com o financiamento de projetos e as empresas do Estado do Rio desempenharão um papel importantíssimo nesse cenário. Aquelas que tiverem interesse em apoiar e financiar um determinado projeto, poderão fazer uso de algumas contrapartidas, como, por exemplo, a prioridade na compra do produto desenvolvido através da pesquisa”, explicou Luana Lourenço.

 

Um modelo de ação sugerido na reunião foi o de funding empresarial, em que há a aproximação da empresa, conforme a identificação da demanda. O passo seguinte é solicitação do funding, parcial ou integral, acompanhado de uma contrapartida do projeto à empresa financiadora.

 

Carlos Magno Nascimento, gerente geral de Negócios da Firjan e um dos participantes deste encontro, levantou um dado interessante. “O Rio de Janeiro concentra atualmente um dos maiores centros de difusão de tecnologia do Brasil, e é sede de 15% dos institutos de inovação do Senai e do Sesi. Logo, se juntarmos forças com as ações do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), poderemos fazer muitas coisas que proporcionarão uma melhoria de vida para a população fluminense”, afirmou.

 

As alterações normativas resultantes da Lei da Inovação Federal têm como fim, estimular as relações entre os agentes do Cenário Brasileiro de Inovação. O governo do Estado do Rio de Janeiro deve procurar estabelecer diversos instrumentos para fomentar o ambiente de inovação no território fluminense. “Temos ainda um longo caminho a percorrer, no entanto, todas as iniciativas apontam para o rumo do desenvolvimento da inovação, como fator extremamente necessário ao crescimento do Estado, nos indicando que estamos no caminho certo”, acrescentou Luana.

 

Ao fim da reunião, ficou programada uma visita ao Instituto de Inovação da FIRJAN, que está agendada para o dia 20 de fevereiro. 


  • Fotos

  • 1 foto | 11/02/2019

    Reunião SECTI e Firjan



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________