Cultura

Notícias

Público lota o Cine Odeon no lançamento dos curtas LABS PE

 09/03/2018 - 17:46h - Atualizado em 09/03/2018 - 17:46h


 

Secretário de Estado de Cultura participa do evento e destaca a importância da Lei de Incentivo

Os 540 lugares do Cine Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro não foram suficientes para abrigar o público curioso por conhecer, nessa quinta-feira (07/03), os 15 curtas-metragens produzidos no projeto LABS PE, ligado ao programa Territórios Culturais/ Favela Criativa, da Secretaria de Estado de Cultura. Mesmo com a chuva insistente, a fila dobrava a esquina da Cinelândia. A solução foi fazer três interrupções no evento, solicitando às pessoas que já tivessem visto os filmes de maior interesse que cedessem seus lugares para as que estavam do lado de fora.

 

A cerimônia foi aberta por Mércia Britto, gestora de projetos da produtora Cinema Nossa, empresa escolhida através de chamada pública para promover a formação audiovisual dos jovens cineastas, cujos projetos também foram selecionados por edital. Apresentou-se, logo depois, o Superintendente de Audiovisual da SEC, José Roberto Gifford, seguido pelo Secretário de Estado de Cultura, Leandro Sampaio Monteiro. Ele falou da importância da Lei de Incentivo à Cultura, que tornou possível o patrocínio de R$ 600 mil da Light para o projeto (R$ 25 mil para a produção de cada um dos 15 curtas e R$375 mil para o laboratório de formação audiovisual, com aulas de março a dezembro do ano passado) e da sua satisfação com o trabalho realizado pelos coletivos de jovens, a maioria moradores da Baixada Fluminense, Zona Norte do Rio e cidades do interior do Estado.

 

 

Elizabeth Martins, assistente de direção do curta “Cineclubismo na BF”, fez uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher, destacando a participação esmagadora das mulheres nas equipes produtoras dos curtas. O Canal Brasil gravou um especial e está analisando a compra de um número ainda não definido de curtas, que entrarão na grade de programação da emissora. Como disse José Roberto Gifford em sua fala, desejando sucesso aos novos cineastas: “Completado esse ciclo, os filmes passam a ter vida própria”. Que o digam outras produções também incentivadas pela Secretaria de Estado de Cultura, que entraram para a programação de festivais internacionais.




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________