Desenvolvimento Social

Notícias

Passeio Público foi reaberto à população nesta quinta-feira (08/06)

 08/06/2017 - 17:03h - Atualizado em 08/06/2017 - 17:03h
 » Renata Sequeira

Apenados do projeto "Refazendo Histórias", da SECTDS, trabalharam na recuperação do espaço


A reabertura do Passeio Público, no Centro, na manhã desta quinta-feira (8), foi especial para Ronaldo da Cruz Magalhães, de 51 anos. Ele é um dos 42 apenados da primeira turma do projeto "Refazendo Histórias", da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social, e trabalhou na recuperação do espaço, que estava fechado desde o final de 2016. A Fundação Parques e Jardins é uma das parceiras dessa iniciativa, que reinsere detentos na sociedade através do trabalho. Coube ao órgão, que é vinculado à prefeitura, coordenar um treinamento com os detentos (manejo de ferramentas, capinagem e pintura).

 

—É gratificante ver o resultado do nosso trabalho. Eu estou muito feliz de, através do nosso esforço, devolver esse espaço à população do Rio. Como estava fechado há muito tempo, o local precisava de uma boa limpeza e capinagem e foi o que fizemos. Ficou muito bonito – contou animado Ronaldo.

 

A reforma do Passeio Público consistiu em obras e reparos de melhoria de toda a extensão do parque, que tem 30 mil metros quadrados de área verde. O local é gerido pela Fundação Parques e Jardins, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente (Seconserma). A partir de hoje, os cariocas e turistas vão poder novamente admirar as esculturas de Mestre Valentim que estão espalhadas pelo parque. Coube a ele, considerado um dos mais reconhecidos escultores, a tarefa de construir o primeiro jardim público do país, no século XVIII.

 

— Mais que a reabertura de um parque, nós estamos devolvendo parte da alma da cidade. O Passeio Público é uma joia do Rio e, por isso, quando assumimos a Fundação Parques e Jardins, fizemos o levantamento do que deveria ser feito para reabrirmos esse bem que é, acima de tudo, da população do Rio – comentou José Carlos Mariano, presidente da Fundação Parques e Jardins.

 

Para marcar a reabertura do Passeio Público, a prefeitura do Rio organizou uma cerimônia dentro da programação da Semana do Meio Ambiente, que contou com a presença do prefeito Marcelo Crivella, do secretário Municipal de Conservação e Meio Ambiente, Rubens Teixeira, e do secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social, Pedro Fernandes, que falou sobre a importância de ter a parceria da prefeitura no projeto “Refazendo Histórias”:

 

— Estou muito feliz de desenvolver essa parceria com a prefeitura e ver que o trabalho foi realizado. Parabenizo a prefeitura por, mesmo com todas as dificuldades, entregar um projeto como esse para a população. A gente precisa fazer um esforço para leva-lo a outras regiões da cidade. Manter uma área como essa mostra que, quando a prefeitura se faz presente, dá um ânimo para as pessoas voltarem a utilizar o parque – destacou o secretário.

 

Inspirado no parque de Lisboa e nos jardins do Palácio Real de Queluz, o Passeio Público do Rio de Janeiro é o primeiro parque ajardinado do Brasil e primeiro parque público das Américas, construído entre os anos de 1779 e 1783, a partir do projeto concebido pelo escultor e arquiteto Mestre Valentim. 


  • Fotos

  • passeio publico1.jpg

    4 fotos | 08/06/2017

    Reabertura Passeio Público



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________