Assistência Social e Direitos Humanos

Notícias

Inaugurada unidade que substituirá o Instituto Padre Severino

 23/08/2012 - 16:28h - Atualizado em 23/08/2012 - 16:38h
 » Renata Sequeira

Secretário Antonio Claret participou da cerimônia ao lado do governador Sérgio Cabral


  O governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, inaugurou na manhã desta quarta-feira, dia 22, o Centro de Socioeducação Dom Bosco, na Ilha do Governador, unidade destinada à internação do Novo Degase, com capacidade para atender 58 adolescentes que cumprem medida socioeducativa. O secretário de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, Antonio Claret, participou do evento, ao lado da subsecretária de Defesa e Promoção dos Direitos Humanos, Andréa Sepúlveda, e comentou sobre a possibilidade que a nova estrutura dará para que os jovens possam traçar novos percursos em suas vidas.



"A inauguração do Centro de Socioeducação Dom Bosco é fundamental para que a atuação com esses jovens, que estão cumprindo medidas socioeducativas, tenha efeito de reinserção social. O aprimoramento das condições de infraestrutura, com alojamentos mais dignos, com uma escola bem equipada que permite a permanência no ensino regular, com um entorno que favoreça a prática de esportes, de atividades culturais, vai possibilitar que, ao término do período de cumprimento da medida socioeducativa, os jovens tenham a possibilidade de desenvolver o seu potencial para que continuem seu percurso formativo e se tornem cidadãos plenamente integrados na sociedade", comentou o secretário.


A unidade, que vai substituir o Instituto Padre Severino, atende às determinações do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase) e do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e conta com alojamento para, no máximo, três adolescentes, espaço de convivência, revitalização da escola, quadra poliesportiva e uma horta. O projeto faz parte do planejamento, realizado desde 2007 pelo Novo Degase, que prevê ainda a construção de cinco novas unidades: Campos dos Goytacazes, Volta Redonda, Grande Rio e regiões Serrana e dos Lagos.


"Esta proposta é voltada para os Direitos Humanos e é um avanço na recuperação de meninos e meninas que cometem infrações. A maioria desses jovens pertence a famílias não estruturadas e convivem, desde cedo, com a violência em casa e na comunidade onde moram. Cabe ao Estado oferecer oportunidades a eles e, ao retirá-los de jaulas, oferecendo instalações decentes, com conteúdo, educação, cultura, agricultura, ambientes de lazer, carinho e atenção, as chances e oportunidades de recuperação são muito maiores", disse o governador Sérgio Cabral, durante a inauguração do Centro Dom Bosco.


Segundo o diretor do Degase, Alexandre Azevedo, a transferência de menores infratores, com idade entre 12 e 18 anos, começa na próxima segunda-feira. A nova unidade vai receber apenas os adolescentes da capital. Eles ficam no espaço por até 45 dias até que o juiz de menores decida qual medida socioeducativa eles vão receber. Alexandre adiantou ainda que, até o final do ano, estará concluída a obra do prédio anexo ao Dom Bosco, com mais 31 vagas para a internação provisória.


"Grande parte dos meninos internados são de outras regiões do Estado e o nosso planejamento é descentralizar essa internação e deixar o menor mais próximo de sua família. O Dom Bosco é um marco desse novo trabalho. Acabamos com o que havia de pior em alojamento. Estamos inaugurando uma nova era, com um novo conceito no que se refere à recuperação de menores infratores", explicou Alexandre.

 


  • Fotos

  • IMG_6274.jpg

    11 fotos | Assistência Social | 23/08/2012

    Inauguração do Centro Dom Bosco



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

_____________________   Participe das redes sociais   _____________________