Administração Penitenciária

Notícias

Unidade Materno Infantil (UMI) é modelo para Conselho Nacional de Justiça

 23/03/2018 - 08:48h - Atualizado em 29/10/2018 - 10:42h
 » Carolina Motta e Vera Cuiabano

Além disso, Seap inaugura sala de amamentação e brinquedoteca na unidade


O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realizou vistorias em 24 unidades prisionais femininas no País e apenas quatro foram consideradas “modelo de boas práticas no atendimento à mulher”. Entre elas está a Unidade Materno Infantil (UMI), que fica no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, voltada para as internas mães com seus recém-nascidos. A vistoria foi feita entre os dias 25 de janeiro e 5 de março.


Para determinar a excelência de uma penitenciária feminina foram consideradas suas instalações físicas, a assistência médica disponível, os equipamentos de apoio e o tratamento humanizado dado às presas. De acordo com o relatório do CNJ, “a Unidade Materno Infantil no Rio de Janeiro se destaca principalmente por oferecer às grávidas e lactantes o acompanhamento próximo de um juiz de Direito da Vara da Infância e da Juventude”.


O Secretário de Estado de Administração Penitenciária (Seap), David Anthony Gonçalves Alves, informou que “não medimos esforços para dar uma melhor assistência tanto para a mãe quanto para os seus bebês”, concluiu.


 

Seap inaugura brinquedoteca e sala de amamentação na Unidade Materno Infantil


Além disso, a Seap inaugurou na tarde desta quarta-feira, 21 de março, a brinquedoteca e a sala de amamentação da Unidade Materno Infantil (UMI).


Os novos espaços, que possibilitam o fortalecimento do vínculo materno infantil, foram equipados com materiais doados pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen). Já a mão de obra para a preparação do local foi realizada pelo Instituto Arcádia, que citou o trabalho realizado. “É uma honra apoiar os projetos desta unidade. É uma motivação contribuir com o trabalho da Seap”, disse o Coordenador de Sustentabilidade, Sandro Monteiro.


A diretora da UMI, Ana Christina Faulhaber falou mais uma realização. “Agradeço aos parceiros, pois este é mais um avanço importante para o sistema penitenciário”, ressaltou.


O Subsecretário Adjunto de Tratamento Penitenciário, Jota de Souza Tomaz citou a importância da ação. “É um trabalho feito com muito profissionalismo e dedicação e por isso, conseguimos fazer novas conquistas. Espero que os espaços sejam bem aproveitados para o cuidado com o bebê”, concluiu.

 

Na ocasião estiveram presentes: o representante do Escritório das Nações Unidas de Projetos para Serviços, Alexander Nascimento; o Diretor do Centro de Socioeducação Professor Antônio Carlos Gomes da Costa, Leonardo Lúcio de Souza e a Coordenadora de Saúde do Degase, Christiane da Motta Zeitoune.
 


  • Fotos

  • 5 fotos | 29/10/2018

    Unidade Materno Infantil (UMI) é modelo para Conselho Nacional de Justiça



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________