Ambiente

Notícias

Ambiente

Projeto De Olho no Lixo celebra Dia Mundial do Meio Ambiente com plantio de mudas na Rocinha

 04/06/2018 - 12:32h - Atualizado em 04/06/2018 - 12:32h
 » ASCOM SEA/INEA

Para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente (comemorado em 5 de junho), os agentes ambientais do Projeto De Olho no Lixo participam, nesta quarta-feira (6/6), de um plantio de mudas na Rocinha, na Zona Sul da cidade.


 Para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente (comemorado em 5 de junho), os agentes ambientais do Projeto De Olho no Lixo participam, nesta quarta-feira (6/6), de um plantio de mudas na Rocinha, na Zona Sul da cidade. Alunos das Escolas Municipal Luiz Paulo Hora e Estadual Ayrton Senna e moradores também participam da ação.

 

O plantio de 80 mudas, entre elas, espécies da Mata Atlântica, será realizado em um terreno onde funciona a Cooperativa Rocinha Recicla, na localidade conhecida como Roupa Suja.

 

O Projeto De Olho no Lixo é uma iniciativa tocada pela Secretaria do Estado do Ambiente, em parceria com o Viva Rio Socioambiental. Além da coleta de lixo, que é realizada por 30 agentes socioambientais que já recolheram, de maio de 2016 até o momento, 888 mil quilos de resíduos em pontos estratégicos da Rocinha, o Projeto De Olho no Lixo tem outro eixo de atuação que é o de educação ambiental, cultura e comunicação que pretende evitar a continuidade de lançamento dos resíduos pelos moradores e transformando lixo em arte e renda.

 

Para isso, são desenvolvidos na comunidade dois cursos gratuitos: Funk Verde que oferece oficinas de percepção sonora com o uso de instrumentos musicais confeccionados a partir do reaproveitamento de resíduos sólidos; e o Ecomoda, voltado para a capacitação em produção de acessórios e peças de vestuário, a partir do reaproveitamento de retalhos, tecidos, jeans usados e banners.

 

Nas oficinas de Funk Verde, já foram produzidos cerca de 80 instrumentos musicais com destaque para a cuíca confeccionada com canos PVC, um tipo de resíduo da construção civil; o pandeiro produzido com garrafa pet em substituição ao couro animal e latas de tinta que foram transformadas em tarol.

 

Já nas oficinas do Ecomoda, foram criadas mais de 400 peças de vestuário, entre calças, vestidos, blusas e bolsas, além de acessórios.




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________