Ambiente

Notícias

Ambiente

Antas serão reintroduzidas no Estado do Rio de Janeiro

 20/12/2017 - 10:33h - Atualizado em 20/12/2017 - 10:34h
 » Redes Sociais SEA/INEA

Os animais, um macho e uma fêmea adultos e um filhote, serão soltos na RPPN Reserva Ecológica de Guapiaçu, em Cachoeiras de Macacu


Considerada extinta no Estado do Rio de Janeiro, a anta (Tapirus terrestris) será reintroduzida no território fluminense, uma iniciativa do Projeto Refauna que tem o apoio do Instituto Estadual do Ambiente (Inea). São três animais, sendo um macho e uma fêmea adultos e um filhote (macho) de um ano de idade, que serão soltos na Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Reserva Ecológica de Guapiaçu (Regua), situada no município de Cachoeiras de Macacu, na Região Metropolitana do Rio e reconhecida pelo Inea.

 

A família de antas veio do criadouro conservacionista da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração, situado em Araxá, Minas Gerais. No momento, os animais estão em um viveiro de aclimatação, próximo ao local da soltura, onde ficarão por um período de 30 dias. Durante esse tempo, dentro do cercado de aclimatação construído na RPPN Regua, as antas serão alimentadas diariamente, permitindo ao animal se acostumar, gradativamente, com o novo ambiente e com o alimento disponível na natureza. Após esse período, o cercado será aberto, mas a suplementação alimentar continuará, caso as antas necessitem.

 

“Este projeto é inovador. Após muito tempo, a anta será reintroduzida no nosso estado. Estamos trazendo as primeiras espécimes com a proposta de reprodução. Depois virão mais indivíduos para serem reintroduzidos no seu habitat natural, aqui no Rio. A RPPN Regua foi cuidadosamente preparada para receber essa espécie, oferecendo todas as condições para ela se adaptar. A equipe do Inea está muito empenhada em apoiar esse processo de reintrodução e também no seu monitoramento”, disse o gerente das Unidades de Conservação do Inea, Andrei Veiga.

 

A anta (Tapirus terrestris) é considerada extinta no Estado. O último registro confiável de uma população de antas foi no Parque Nacional Serra dos Órgãos, em 1914. Atualmente, alguns registros são realizados, mas de indivíduos que fugiram de criadouros, como o caso do condomínio Porto Bello, em Mangaratiba.

 

A anta tem um papel fundamental na natureza. São os maiores mamíferos terrestres do Brasil, com grande importância na dispersão de sementes, inclusive as grandes sementes que outros animais não dispersam. Além disso, por ser um herbívoro generalista, acaba exercendo a função de evitar a predominância de um determinado tipo de vegetação ao podar as mudas das espécies mais abundantes. Assim, são consideradas jardineiras das florestas.

 

RPPN Reserva Ecológica de Guapiaçu

 

O proprietário da Reserva Ecológica de Guapiaçu averbou parte de sua propriedade como RPPN reconhecida em caráter definitivo pelo Inea. O trecho averbado totaliza 364 hectares de área.

 

Somando a Regua, já existem 83 RPPNs reconhecidas pelo Inea, o que corresponde a aproximadamente sete mil hectares de área.

 

As RPPNs são unidades de conservação de proteção integral de propriedade privada e cujas atividades permitidas são educação ambiental, turismo e pesquisa científica. São criadas voluntariamente pelos proprietários e averbadas nas matrículas dos imóveis. O reconhecimento de reserva é perpétuo e acompanha a vida da propriedade, a qual pode ser vendida, doada e/ou transmitida a qualquer título. Nesse sentido, é uma iniciativa muito importante para a preservação da Mata Atlântica, uma vez que, aproximadamente, 80% deste bioma encontram-se em terras privadas.

 

Criado há quase uma década, o Programa RPPN é uma iniciativa da Diretoria de Biodiversidade, Áreas Protegidas e Ecossistemas (Dibape) do Inea. Atualmente há mais de 50 processos de RPPN em análise. Além disso, já foram realizadas mais de 70 palestras sobre RPPN em vários municípios fluminenses e cinco oficinas de capacitação sobre elaboração de Planos de Manejo para os proprietários das RPPNs.

 

Para criar uma RPPN, o proprietário deve protocolar o requerimento para criação no Inea, que irá analisar a relevância ambiental da área.​

 

 




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________