Ambiente

Notícias

Parque Estadual Cunhambebe oferece oportunidade para voluntários ambientais

 07/12/2017 - 12:29h - Atualizado em 07/12/2017 - 12:29h
 » Redes Sociais SEA/INEA

Inscrições podem ser feitas até 15 de dezembro na sede da unidade de conservação, em Mangaratiba, ou pela internet


 O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) recebe, até 15 de dezembro, inscrições para o Programa Voluntário Ambiental que oferece oito vagas para atuação no Parque Estadual Cunhambebe, que abrange partes dos municípios de Angra dos Reis, Mangaratiba, Rio Claro e Itaguaí. Dessas oito vagas, duas são para manutenção de trilhas e equipamentos; uma para educação ambiental, apoio à pesquisa científica e à conservação da biodiversidade; duas para prestação de serviços aos visitantes; e três para apoio a serviços administrativos. O edital da seleção pode ser acessado pelo link http://200.20.53.3:8081/cs/groups/public/documents/document/zwew/mtq2/~edisp/inea0146495.pdf

 

As inscrições podem ser feitas pessoalmente, de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h, na sede do Parque Estadual Cunhambebe (Estrada da Cachoeira s/nº, Rodovia Rio Santos, km 423, Vale do Sahy, em Mangaratiba) ou pela internet, pelo link goo.gl/HPYQCM. É nesse link que o candidato terá acesso à ficha de inscrição que, após preenchimento, deverá ser enviada, juntamente com toda a documentação necessária, para o e-mail: voluntariado.inea@gmail.com, especificando no campo assunto “inscrição para voluntariado ambiental”.

 

Para participar, o candidato deverá enviar ou apresentar a ficha de inscrição preenchida, carteira de identidade, CPF, comprovantes de residência e de habilitação profissional (diploma, certificado e etc.) e Curriculum Vitae.

 

A lista de aprovados está prevista para ser divulgada no dia 22 de dezembro, no site do Inea: www.inea.rj.gov.br.

 

O Programa Voluntário Ambiental tem como objetivo aproximar os cidadãos das práticas sustentáveis na gestão do meio ambiente, promovendo a sensibilização e o aprendizado sobre questões ambientais e o intercâmbio de experiências com os profissionais da área.

 

“A intenção é que todos ganhem com este processo: A unidade de conservação, por contar com o apoio de mais cidadãos na proteção de sua biodiversidade; os voluntários, por somarem experiência e terem a oportunidade de colaborar com um trabalho prazeroso, relevante e útil; e a sociedade, que poderá desfrutar de áreas mais bem conservadas, com trilhas bem manejadas e com melhor recepção aos visitantes”, explicou a coordenadora do Programa Voluntário Ambiental, Geisy Leopoldo.

 

​​Veja mais: conheça o novo site sobre os parques estaduais do RJ​​




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________