Ambiente

Notícias

Secretaria de Estado do Ambiente e COPPE/UFRJ divulgam resultado do 3º Inventário de Emissões de GEE do Estado do Rio de Janeiro

 09/06/2017 - 16:00h - Atualizado em 09/06/2017 - 16:00h

Estudo ajudará na atualização do plano de combate às mudanças climáticas


 O Terceiro Inventário de Emissões de Gases do Efeito Estufa revelou que as emissões de resíduos sólidos diminuíram 42% entre os anos de 2005 e 2015 e também que o setor de agricultura, floresta e uso do solo colaborou para o meio ambiente, reduzindo os danos que praticava, como o desmatamento. Mas também há um outro cenário, divulgado nesta quinta-feira (08/06). Nas áreas de energia e processos industriais houve um crescimento da emissão de CO2. O estudo foi elaborado a partir de um convênio celebrado, em outubro de 2016, entre a Secretaria de Estado do Ambiente, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), o Centro Clima (Coppe) e a Fundação Coordenação de Projetos, Pesquisas e Estudos Tecnológicos (Coppetec) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

 

Um outro resultado considerado importante é sobre a emissão total de gases do efeito estufa, que aumentou em 45% de milhões de toneladas de CO2, que é a unidade que congrega todos os gases do efeito estufa, entre os anos de 2010 e 2015. Descontando o setor florestal, esse aumento é ainda maior, e chega a 54%.

 

O Terceiro inventário é relativo ao ano de 2015. Os anteriores contemplaram os anos de 2005 e 2010. A elaboração de inventários e cenários têm como finalidade o auxílio no processo de planejamento estadual, possibilitando uma racionalização das atividades que resultem em menores emissões de gases de efeito estufa. O desenvolvimento de um diagnóstico das emissões de GEE vai ao encontro do cumprimento das metas da Política Estadual sobre Mudança Global do Clima e Desenvolvimento Sustentável.

 

A atualização de um inventário de emissões de GEE é estratégica, pois permite ao poder público conhecer o perfil atual das emissões de seu estado e atualizar seus planos de mudanças climáticas, estabelecendo a revisão da meta de mitigação das emissões de gases de efeito estufa causadoras do problema e estabelecendo medidas de adaptação para seus efeitos e impactos socioambientais.

 

“Os resultados apresentados pelo Terceiro Inventário de Emissões de Gases do Efeito Estufa nos possibilitarão novas diretrizes, novas perspectivas e prospectar cenários para fundamentar o plano de mitigação e o plano de adaptação”, declarou a Superintende de Mudanças Climáticas da Secretaria de Estado do Ambiente, Olga Martins Wehb.

 

Para o Coordenador do Laboratório Interdisciplinar de Meio Ambiente e do Centro de Estudos Integrados sobre Meio Ambiente e Mudanças Climáticas da COPPE/UFRJ, Emilio Lèbre La Rovere, é importante haver continuidade nas políticas que serão adotadas. “A questão climática é estrutural e não vai embora tão cedo. É importante uma continuidade na política de estado sobre o assunto. Esse terceiro inventário é um marco, mas não é o fim do caminho. A gente tem que usar o estudo para poder passar para a ação. Nós temos um plano estadual de mudanças climáticas, mas ele não é algo estático, pelo contrário, o planejamento requer atualização. Temos que analisar o tamanho do problema para entender onde será mais eficaz a aplicação da política pública para atuar”, declarou.

 

 A meta anunciada pelo Brasil é reduzir 37% das emissões de gases de efeito estufa até 2025 e 43% até 2030. No caso do Estado do Rio de Janeiro as metas setoriais de mitigação, conforme Decreto 43.216 de 2011 que regulamenta a Política Estadual sobre a Mudança Global do Clima e Desenvolvimento Sustentável, previstas são: esgotamento sanitário - redução de 65% em 2030 relativamente a 2005.

 

Os resultados do inventário foram realizado através da metodologia do IPCC "Intergovernmental Panel on Climate Change " e do "GHG Protocol", que consideram a participação dos setores (Energia, Processos Industriais e Uso de Produtos – IPPU- Agricultura e Florestas e Uso do Solo – AFOLU - e Resíduos).


  • Fotos

  • 3 fotos | Ambiente | 09/06/2017

    Secretaria de Estado do Ambiente e COPPE/UFRJ divulgam resultado do 3º Inventário de Emissões de GEE do Estado do Rio de Janeiro



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________