Ambiente

Notícias

Ambiente

Escola de samba mirim e EcoModa apresentam projeto do primeiro desfile de carnaval sustentável da história do sambódromo

 13/12/2014 - 00:00h - Atualizado em 15/12/2014 - 09:46h
 » Ascom SEA

Parceria entre a Petizes da Penha e programa da Secretaria de Estado do Ambiente vai vestir 1000 crianças com fantasias feitas com material reciclado


O fim de semana começou com samba e sustentabilidade na Lagoa Rodrigo de Freitas. No Espaço das Águas, administrado pela Secretaria de Estado do Ambiente (SEA) no Parque dos Patins, a escola de samba mirim Petizes da Penha apresentou os protótipo das fantasias que vai levar para a avenida em 2015. A agremiação vai contar a história da Vila da Penha, destacando a importância dos imigrantes de outros estados. O projeto da Petizes é inédito: cada uma das dezesseis alas – além das duas alegorias – foi concebida sob o conceito de aproveitamento total.

 

 

''Nossa parceria com a Petizes trabalha com as crianças o respeito ao meio ambiente, à história de sua comunidade e a alternativa da reciclagem como um instrumento de inclusão. Estão contemplados, portanto, os três âmbitos da sustentabilidade: ambiental, social e econômico'', comentou Paulo César Vieira, subsecretário de Políticas de Educação Ambiental da SEA.

 

 

A fantasia ‘A fartura’ é inspirada nas cabrochas do carnaval e principalmente na Pequena Notável que, com seus balangandãs, mostrou ao mundo a fartura brasileira. A saia tulipa com fenda lateral em patchwork em tons de verde e talheres descartáveis na barra, assim como babados de tule e organza. Corpet em patchwork de malha com franja de canutilho de PET, com manga de babados de tule e organza com aplicação de talheres descartáveis. Cabeça de coquinho com adereçamentos de frutas de tecido, garrafas PETs pequenas e pluma de fio. Brincos, pulseiras de PET e tecido, três colares de PET e tecido iguais para cada fantasia.

 

 

''As crianças estão muito empolgadas com a ideia de recolher os materiais necessários para confecção de suas próprias fantasias. E o mais interessante é observar que elas estão entendendo o processo da reciclagem e da importância de nossas ações para o futuro do planeta'', comemorou Patricia Orleans, presidente da Petizes da Penha.

 

 

A diversão foi potencializada no segundo setor do desfile com festas populares e a lembrança ao Parque Shangai, fundado em 1919. Uma das mais irreverentes fantasias entre as que foram apresentadas neste sábado (13/12), a ala ‘Parque do Dragão’ pede interação coordenada e transforma o conjunto de carrinhos de bate-bate confeccionados com caixas de papelão em um imenso dragão – com as cabeças feitas em isopor e papel marche.

 

 

O responsável pela comissão de carnaval é Almir França, coordenador do EcoModa, projeto da SEA, que capacita alunos na área de moda sustentável e transforma retalhos de todos os tipos de tecidos e materiais em novas roupas e acessórios. Os quatorze núcleos do EcoModa estarão envolvidos na realização do desfile de 2015 da Petizes, que servirá como um trabalho de conclusão de curso. Além disso, professores e alunos do projeto estão em intercâmbio com o núcleo mirim da escola, para que a mensagem da sustentabilidade não se esgote na quarta-de-cinzas.

 

 

''Quando fomos procurados para desenvolver esse carnaval, tivemos a certeza de que se tratava de uma grande oportunidade para mostrar ao público um espetáculo bonito, no visual e conceitualmente. Tenho certeza que depois do desfile da Petizes de 2015 teremos cumprido nosso papel: plantar a semente da sustentabilidade na linha de produção da maior festa do mundo'', disse Almir França.


 


  • Fotos

  • 5 fotos | Ambiente | 15/12/2014

    petizes fotos



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________