Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade

Notícias

SECRETARIA DO AMBIENTE VISTORIA OBRA DO COLETOR TRONCO CIDADE NOVA

 30/01/2019 - 16:55h - Atualizado em 11/02/2019 - 11:59h

Melhoria faz parte do Programa de Saneamento do entorno da Baía de Guanabara


 A Secretaria do Ambiente e Sustentabilidade (SEAS) realizou vistoria na obra do Trecho 1 do Coletor Tronco Cidade Nova, do Programa de Saneamento dos Municípios do entorno da Baía de Guanabara – o PSAM. O programa tem como objetivo contribuir para a recuperação ambiental e a despoluição de uma das mais importantes baías do país: a Baía de Guanabara.

A obra do Tronco Coletor Cidade Nova está com 92% de conclusão, e a previsão de entrega do Trecho 1 é o primeiro trimestre de 2019. No total, serão 4,1 quilômetros de extensão do Coletor, responsável pelo redirecionamento de 700 litros de esgoto por segundo, anteriormente lançados no Canal do Mangue, na região central da cidade do Rio de Janeiro. A quantidade é equivale a 24 piscinas olímpicas por dia de esgoto tratado. A obra atenderá 163 mil habitantes locais e beneficiará seis bairros do Centro. O investimento estimado da intervenção é de, inicialmente, R$ 81 milhões.

Com a conclusão da fase 1, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Alegria aumentará a capacidade de tratamento em 23%. Atualmente, o volume tratado é de 350 litros por segundo e com a finalização da obra passará para 1.500. Após a conclusão da 2º fase, serão 46% a mais no total de tratamento, passando de 1.500 para 2.200 litros por segundo.

Toda a obra é subterrânea e está sendo realizada por equipamentos chamados Shield, conhecido como “tatu”. Os canteiros das obras são sustentáveis, utilizando tanques de reuso de água. O Trecho 1 inicia na Rua Frederico Silva e termina na Av. Rio de Janeiro, no Centro. Após a entrega do Trecho 1, a Cedae será a responsável por operar o Coletor Tronco.

– Esta obra é de extrema importância para a Baía de Guanabara e para a região central da cidade do Rio de Janeiro. A prioridade foi dada, estamos concluindo a primeira parte do projeto, que aumentará a funcionalidade do Estação de Tratamento Alegria, que hoje está subutilizada, porque tem uma capacidade maior de recebimento de esgoto – afirmou a secretária do Ambiente e Sustentabilidade, Ana Lucia Santoro.

PSAM


Coordenado pela Secretaria do Ambiente e Sustentabilidade, o PSAM prevê investimentos em obras, planos e projetos de saneamento, abrangendo os 15 municípios do entorno da Baía de Guanabara.
As obras do PSAM começaram em 2014. As fontes financiadoras do programa são o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) – US$ 451,980 milhões – com contrapartida do Governo do Estado do Rio de Janeiro, no valor de US$ 187,570 milhões.

 


  • Fotos

  • 3 fotos | 30/01/2019

    SECRETARIA DO AMBIENTE VISTORIA OBRA DO COLETOR TRONCO CIDADE NOVA



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________