Imprensa RJ

Notícias

Obras

Obras de construção do metrô intermunicipal ficam prontas até 2014

 05/09/2011 - 19:32h - Atualizado em 05/09/2011 - 19:33h
 » Por Letícia Sicsu

Linha 3 vai atender a mais de 1,5 milhão de moradores de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí


A Linha 3 do metrô - que ligará Niterói, São Gonçalo e Itaboraí - será construída até 2014 e representará o primeiro percurso intermunicipal feito por este meio de transporte no estado. Com uma estação projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, a Linha 3 vai atender 1,7 milhão de moradores e servirá a 350 mil passageiros por dia.

 

O investimento na obra será de cerca de R$ 1,2 bilhão, sendo R$ 400 milhões oriundos da Petrobras. O trajeto inteiro, com 37 quilômetros e 16 estações, será divido em dois trechos: o primeiro, que liga Niterói a São Gonçalo, e o segundo que segue até Itaboraí, com uma parte feita por rodovia.

 

A primeira estação, Arariboia, terá cerca de 24 mil metros quadrados e vai integrar barcas, metrô e ônibus, tornando-se a maior estação intermodal do Brasil e a primeira a contar com uma saída hidroviária. O projeto, que será do arquiteto Oscar Niemeyer, fará parte do Caminho Niemeyer. A segunda parada do trajeto será a Jansen de Melo. Depois, para dar lugar à Estação Barreto, será revitalizada a antiga gare ferroviária, assim como seu entorno. Ao lado da estação, um grande pátio será utilizado para manobras.

 

Neste primeiro trecho, que vai até a Estação Alcântara, em São Gonçalo, o metrô seguirá por um elevado, passando pelas alças de acesso da Ponte Rio-Niterói. A construção em via elevada é mais barata do que a feita por dentro de túneis. De Alcântara até a Estação de Guaxindiba, o trajeto será feito no nível do chão, pela superfície. A partir desse local, será construída uma rodovia que servirá de extensão dos trilhos, até Visconde de Itaboraí. Segundo o vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão, parte da verba virá da Petrobras, que investe pesado no polo petroquímico de Itaboraí.

 

- Já adequamos a obra ao que o Tribunal de Contas da União (TCU) tinha pedido. Entregamos também as exigências de contrapartidas financeiras do Estado. Acredito que iniciaremos as obras até o fim do ano – frisou Luiz Fernando Pezão.

 

A Estação de Vila Laje será a primeira de São Gonçalo e vai levar ao segundo município mais populoso do estado um sistema de transportes de massa, o que servirá para aumentar a qualidade de vida da população e diminuir os engarrafamentos no município. Todas as estações serão equipadas com elevadores, para garantir a acessibilidade de pessoas com deficiência.

 

A última estação do trajeto feito pelo metrô, Guaxindiba, será construída nas imediações da BR-101 Norte e atenderá aos moradores de Itaboraí, Tanguá, Rio Bonito, Cachoeiras de Macacu e Magé. Também será construído um pátio onde será realizada a manutenções dos trens.




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

___________________   Participe das redes sociais    _____________________