Imprensa RJ

Notícias

Saúde

Hospital Adão Pereira Nunes amplia programa de residência médica

 17/08/2011 - 19:33h - Atualizado em 17/08/2011 - 19:34h
 » Por Virgínia Cavalcante

Em janeiro de 2012, unidade passará a receber residentes de ginecologia e obstetrícia


O programa de residência médica do Hospital Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, que há três anos oferece especializações em pediatria, anestesiologia e terapia intensiva de adulto, será ampliado em janeiro de 2012. A unidade passará a receber residentes nas áreas de ginecologia e obstetrícia. Em abril deste ano, a Comissão Estadual de Residência Médica do Rio de Janeiro (CEREMERJ) permitiu a expansão no hospital.

 

- Ter o serviço de residência médica faz o hospital crescer porque estimula o médico orientador a voltar a estudar, promove a estimulação científica, participação em congressos de medicina e estudos de caso. A troca de experiência e a pesquisa científica fazem com que a área médica evolua – destacou a coordenadora de Residência Médica do Adão Pereira Nunes, Sheila Maia.

 

Além do Hospital Adão Pereira Nunes, as outras unidades da rede estadual que contam com o serviço de residência médica são o Hospital Estadual Getúlio Vargas, o Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia Luiz Capriglione, o Instituto Estadual de Cardiologia Aluysio de Castro, o Instituto Estadual de Hematologia, o Centro Psiquiátrico do Rio de Janeiro, totalizando 46 residentes.

 

Residentes em anestesiologia, Igor de Almeida e Marcelle Lucena explicaram por que escolheram o hospital para trabalhar: a unidade conta com equipamentos avançados na especialização deles.

 

- O que mais gostamos no programa de residência da unidade é que a direção está aberta para nos ouvir. A residência é uma ótima oportunidade para aprendermos na prática como tratar de casos mais complexos – explicou Igor.

 

Conheça mais o hospital

 

O Hospital Estadual Adão Pereira Nunes foi inaugurado em 18 de dezembro de 1998 e atende, principalmente, pacientes do município do Rio de Janeiro e da Baixada Fluminense. No último mês de junho, realizou mais de 134 mil atendimentos, sendo mais de 63 mil de emergência.

 

A unidade oferece o programa SOS Reimplante, pioneiro no setor em todo o estado, na rede pública e privada. Os profissionais ficam de prontidão para atender a casos de amputações. Até hoje, já foram realizados 73 reimplantes, com 72,5% de sucesso. Somente o Hospital Universitário da USP e o Hospital Adão Pereira Nunes oferecem este serviço no Brasil. A unidade foi selecionada por ser referência em atendimento de emergência, com equipamentos de ultima geração, e também pela localização estratégica (próxima a grandes rodovias), dispondo de um heliponto no local.


  • Fotos

  • Hospital de Saracuruna conta com programa de residência médica. Marcelle e Igor.

    3 fotos | Saúde | 17/08/2011

    Residencia Médica



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

  

 

_____________________   Participe das redes sociais   _____________________