Imprensa RJ

Notícias

Segurança

Alunos da Faetec participam da final da Olimpíada Brasileira de Robótica

 01/07/2011 - 10:08h - Atualizado em 01/07/2011 - 10:25h
 » Por Julia de Brito

Estudantes da rede estadual venceram a etapa regional da competição


O Governo do Estado será representado por quatro alunos da Escola Técnica Estadual (ETE) Ferreira Viana, unidade da Rede Faetec, na final da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), que acontece em setembro, em São João del Rei (MG). Os estudantes do ensino médio garantiram a vaga na final ao vencerem a etapa regional realizada no dia 11 de junho, no colégio Santo Inácio. O primeiro lugar entre as escolas do Rio de Janeiro não foi fácil e exigiu do grupo, formado por estudantes com idades entre 14 e 17 anos, rapidez de raciocínio e muita concentração. A competição contou com a participação de 15 equipes representando três escolas particulares e duas públicas. A Escola Técnica Estadual (ETE) Ferreira Viana também conquistou o terceiro lugar no campeonato.

Em apenas 2 minutos e 48,2 segundos os alunos vencedores conseguiram percorrer um trajeto com inúmeros obstáculos. A simulação de um incêndio com salvamento de vítimas foi o desafio exigido na fase regional, contou Rafael Castello Branco, 16 anos, aluno do ensino médio, morador da Tijuca.

- Levamos para a competição uma programação mínima já formulada, mas ao chegarmos fomos surpreendidos pela pista, luminosidade, sombra, tudo isso interfere. Temos que ser muito rápidos para resolver as questões. Durante o trajeto precisávamos realizar o percurso corretamente, com curvas e retas, desviar de obstáculos e prestar um salvamento. Neste caso, um objeto simulava a vítima. Tínhamos que levá-la, ou seja, levar o objeto até um local seguro. Tivemos que programar o robô para que ele entendesse a diferença entre o objeto, no caso a vítima, e o obstáculo. Usamos a criatividade, disputando com escolas particulares, e com mais recursos do que nós – comemorou.

De acordo com o professor César Bastos, durante três meses os estudantes aprenderam recursos de programação em robótica. O conhecimento apreendido foi fundamental para o sucesso na competição, fruto do árduo trabalho de meninos que passam o dia inteiro na instituição para terem aulas de robótica à noite.

- Muitos moram longe e ficam o dia todo na escola me esperando para a aula. Estes alunos são verdadeiros guerreiros. Eles saem daqui tarde da noite e retornam para casa. Os garotos, ao se formarem na Faetec, terão um grande diferencial profissional, um primeiro lugar regional no currículo, e, quem sabe, uma vitória em Minas.

Animado para participar do campeonato que acontece em setembro, Roberto Cruz Croesy, 17 anos, morador de Olaria, comemora ainda a vitória na etapa regional e espera garantir o primeiro lugar na grande final da OBR.

- Foi muito bom receber a notícia da vitória na regional. Nos esforçamos bastante para conseguir vencer a competição, são muitas escolas participando. Acho que todo o sucesso vem de um longo trabalho. Muita gente tem o futebol como hobby, eu prefiro programar robôs.

Preparados e ansiosos para a próxima fase da competição, Bernardo Faria Coelho, de 15 anos, e Eros Gabriel de Abreu, de 14, também não escondem o orgulho e já treinam, junto com os outros colegas, o próximo desafio: um percurso em duas pistas com elevatórias (rampas).

- Realmente foi emocionante a regional, não esperávamos que fossemos tão bem. Agora estamos melhorando os sistemas e o próprio robô para que a gente consiga mais uma vitória.

Olimpíada Brasileira de Robótica

Para participar da OBR é necessário que os alunos construam integralmente seus robôs. Os estudantes inscritos precisam formar grupos de no máximo quatro alunos, e seus membros devem pertencer necessariamente a um mesmo nível. A primeira fase acontece sempre na escola-sede da modalidade prática do estado do aluno (as escolas-sede são escolhidas pela OBR dentre as escolas participantes que se candidatam). Já a segunda fase (fase final) é disputada pelos melhores alunos de cada estado sendo realizada em conjunto com a Competição Brasileira de Robótica (CBR) para universidades. A competição possui dois níveis: ensino fundamental e médio/técnico.

A Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) é uma das competições científicas brasileiras apoiadas pelo CNPq que utiliza a robótica para estimular jovens a ingressarem em carreiras científico-tecnológicas. A competição que contém etapas regionais antes da final destina-se a todos os alunos de qualquer escola pública ou privada do ensino fundamental, médio ou técnico em todo o território nacional.

A OBR concede aos vencedores nacionais da fase final da OBR duas vagas para a RoboCup Junior, competição mundial de robótica da RoboCup Federation, na qualidade de membros da Seleção Brasileira de Robótica (SBR).


  • Fotos

  • 28062011 alunos robotica da faetec 009.jpg

    9 fotos | Ciência, Tecnologia e Inovação | 01/07/2011

    Alunos da Faetec participam da final da Olimpíada Brasileira de Robótica



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

  

 

___________________   Participe das redes sociais    _____________________