Imprensa RJ

Notícias

Secretaria de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos

Disque Combate ao Preconceito divulga balanço do primeiro mês

 03/10/2017 - 08:02h - Atualizado em 03/10/2017 - 08:15h

Violência contra idosos e intolerância religiosa lideram as denúncias


No primeiro mês de funcionamento do Disque Combate ao Preconceito, as denúncias sobre violação dos direitos da pessoa idosa e crimes de intolerância religiosa e preconceito racial lideraram as ligações para o canal, representando 37% e 32%, respectivamente. Na sequência, aparecem os contatos relacionados a Direito e Justiça, com 19% das denúncias. O serviço lançado pela Secretaria de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos contabilizou 41 ligações no mês de agosto.

Além de denúncias, o público também busca informações para conhecer seus direitos e fazer sugestões ou reclamações.

– O Disque Combate ao Preconceito aproximou a secretaria da população, que agora se sente mais a vontade para denunciar. Isso otimiza o nosso tempo de reação às demandas, fazendo com que a impunidade para esses delitos diminua. Com o disque, aumentou o número de denúncias recebidas pela pasta, dando um retrato mais real do que acontece no estado, o que vai nos auxiliar na elaboração de políticas públicas de prevenção e combate ao preconceito – disse o secretário de Direitos Humanos, Átila A. Nunes.

Apoio às vítimas

As denúncias recebidas pelo Disque Combate ao Preconceito são encaminhadas à equipe técnica da secretaria, que oferece assistências psicológica, jurídica e social às vítimas e encaminha as demandas aos órgãos responsáveis. A Central de Atendimento funciona no telefone (21) 2334-9551, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h.
 




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

___________________   Participe das redes sociais    _____________________