Imprensa RJ

Notícias

Degase

Unidades do Degase têm ações de prevenção às drogas

 08/04/2016 - 13:39h - Atualizado em 08/04/2016 - 13:41h

Adolescentes participam de grupos de conscientização


 Adolescentes que cumprem medidas socioeducativas em regime de semiliberdade nos 16 Centros de Recursos Integrados de Atendimento aos Adolescentes (Criaads) participam de encontros para debater as consequências do uso de drogas. A iniciativa é fruto de uma parceria entre a Secretaria de Prevenção à Dependência Química e o Degase (Departamento Geral de Ações Socioeducativas do Estado do Rio de Janeiro). De acordo com dados do Degase, a maioria dos jovens, 41,53%, é apreendida devido ao envolvimento com o tráfico de drogas.


O projeto tem dois objetivos principais: dar subsídio aos agentes socioeducativos e outros profissionais; e levar aos adolescentes e seus familiares mais informação acerca dos danos provocados pelo abuso de substâncias psicoativas. Os Criaads de Santa Cruz e da Penha foram os primeiros a serem contemplados.


- Este projeto entra na vida dos adolescentes justamente no período de transição para a liberdade assistida. É um momento crucial para eles repensarem as próprias escolhas - disse o secretário de Prevenção à Dependência Química, Filipe Pereira.
 

Na primeira fase do projeto é feito o reconhecimento do perfil de cada unidade, a partir do contato com os adolescentes. A segunda etapa prevê a capacitação dos agentes socioeducativos e dos profissionais que lidam com os jovens. A ideia é formar multiplicadores que deem sequência ao trabalho nas unidades após as formações. 

- As rodas de conversa com os adolescentes são um espaço de debate e interação. Falamos de temas transversais, que vão além das drogas, como esporte, saúde e cultura. Provocamos também o censo crítico deles, para que pensem em outros prazeres. O próximo passo é quando fazemos a devolução para a equipe técnica do Degase. Tentamos ajudá-los da melhor maneira para criar uma estratégia de prevenção de acordo com a realidade -  explicou a coordenadora do programa, Paula Esposel.


Segundo o diretor do Criaad Penha, Raul Almeida, a parceria já tem desdobramentos positivos .


- A partir deste trabalho de parceria com a secretaria, vimos surgir novas ideias e possibilidades, além de recursos para trabalharmos com os adolescentes. Vamos montar uma oficina de poesia, uma sugestão que ouvimos dos próprios jovens. Outra iniciativa é o slack line, um esporte que usa corda e equilíbrio e que está sendo muito praticado -afirmou o diretor.


  • Fotos

  • Prevenção à dependência química está sendo abordada em unidades do Degase.

    2 fotos | Prevenção à Dependência Química | 07/04/2016

    Prevenção à dependência química está sendo abordada em unidades do Degase



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

___________________   Participe das redes sociais    _____________________