Imprensa RJ

Notícias

Segurança

Comunidades de Niterói vão ganhar companhia destacada

 04/12/2013 - 07:01h - Atualizado em 04/12/2013 - 08:24h
 » Texto: Ascom da Polícia Militar e Esther Medina // Fotos: Salvador Scofano

Polícia Militar ocupou os morros do Palácio, Estado, Arroz e Chácara com cerca de 400 homens


Polícia Militar realizou operação nesta quarta-feira (04/12) em quatro comunidades do município de Niterói, para implantação de uma companhia destacada. O Comando de Operações Especiais (COE) entrou nos morros do Palácio, Estado, Arroz e Chácara com cerca de 400 homens. A operação conta com apoio do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Batalhão de Choque, Grupamento Aéro Móvel (GAM) e do Batalhão de Operação com Cães. A ação não tem prazo para se concluída e o centro de comando ficará sediado no 12º BPM (Niterói).


A cidade também ganhará mais duas companhias destacadas, a próxima a ser instalada está prevista para janeiro e vai operar na região de Pendotiba. A terceira unidade será na Região do Fonseca, com previsão de início de funcionamento para março.


Segundo o comandante do 12º BPM, coronel Gilson Chagas, uma nova filosofia de relacionamento será utilizada nas unidades que passarão a funcionar na cidade.


- As companhias serão subordinadas ao 12º BPM e adotarão uma nova filosofia de proximidade. Os policiais trabalharão na repressão de delitos e também como mediador de conflitos junto à população. Em Niterói, a companhia ficará por tempo indeterminado. Inicialmente, cerca de 110 homens trabalharão na primeira companhia – disse o coronel. Chagas.

 

Niterói é apenas a primeira cidade a receber ações com esta, que se expandirão por outras áreas da Região Metropolitana do Rio.


- Essa ação é um investimento da Secretaria de Segurança em áreas onde não há Unidade de Polícia Pacificadora. Começamos por Niterói e depois a ação se estenderá para São Gonçalo, Baixada Fluminense e Zona Oeste do Rio de Janeiro. São regiões de grande concentração populacional que apresentaram aumento de criminalidade no último ano. Queremos coibir a criminalidade e criar condições para melhorar a vida da população – explicou o chefe do Estado Maior Operacional da Polícia Militar coronel Paulo Henrique.

 

A Polícia Militar mais uma vez solicita a colaboração dos moradores para as ações da PM nas comunidades. Uma forma importante de colaborar é denunciar criminosos, esconderijos e locais onde estão guardadas armas, drogas e outros produtos ilegais.

Moradores devem andar com documentos de identificação e os motoristas e motociclistas serão solicitados a mostrar documentos de propriedade de seus veículos, bem como a Carteira Nacional de Habilitação em dia. No caso das motos, também será exigido o uso de capacete.

Qualquer reclamação sobre o procedimento policial pode ser feita por meio da Ouvidoria das Polícias (tel. 3399-1199, ouvidoriadapolicia@proderj.rj.gov.br). Os moradores também podem recorrer ao Disque-Denúncia, pelo telefone 2253-1177.

Ainda na manhã desta quarta-feira, a Coordenadoria de Comunicação Social da PM divulgará balanço das primeiras horas de operação.

 


  • Fotos



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

_____________________   Participe das redes sociais   _____________________