Ações e Programas





Ações e Programas: 

 

.Órgão: SUBCOOP

 

I - Administrar, planejar, coordenar e supervisionar a execução das atividades de cooperação entre o Estado e o Setor Produtivo;


II - Propor leis e projetos, em parceria com as demais subsecretarias, visando o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação;


III – Atuar na interlocução entre a Secretaria de Ciência, Inovação e Tecnologia e o Setor Produtivo.


IV - Executar procedimentos administrativos, por delegação, para a seleção de parcerias privadas, nacionais ou internacionais, visando a promoção de soluções em tecnologia e inovação;


V - Organizar Eventos de aproximação entre a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação e os atores do setor produtivo de inovação e tecnologia e o Estado;


VI- Promover e executar parcerias com Empresas Estatais, Associações Privadas, Fundações, Organizações Não-Governamentais, Organizações Sociais e Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público, nacionais ou internacionais, que atuem no fomento à Inovação e Tecnologia.


VII - Promover interação entre micro, pequenas e médias empresas com empresas de grande porte, nacionais ou internacionais;


VII – Aproximar a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação de empresas multinacionais, visando ações que promovam ciência, tecnologia e inovações no estado do Rio de Janeiro;

 

VIII- Auxiliar no planejamento e promoção, junto ao Setor Produtivo, de Polos Tecnológicos, Parques Tecnológicos e arranjos produtivos no Estado do Rio de Janeiro;


IX- Propor e difundir mecanismos técnicos e normativos de facilitação da atividade empresarial de ciência, tecnologia e inovação, no Estado do Rio de Janeiro.

 

 

.Órgão: SUBCAPP

 

I - Orientar, supervisionar e avaliar as ações das Superintendências de Captação de Recursos para a CT&I e de Projetos em CT&I, indicando as diretrizes de seus Planos de Ação Operacional;

 

II - Aprovar as ações e projetos voltados para os ambientes inovadores e o empreendedorismo de base científica e tecnológica;

 

III - Representar a Secretaria, nos órgãos da administração pública, instituições financeiras, entidades de fomento nacionais e internacionais, institutos de pesquisa, comunidade científica, organizações empresariais e demais instituições afetas à liberação e execução de programas e/ou projetos com recursos ou financiamentos externos;

 

IV - Apresentar relatórios de acompanhamento e/ou avaliação quanto às metas estabelecidas nos Planos de Ação da Subsecretaria;

 

V - Promover e coordenar os processos de captação de recursos nacionais e/ou internacionais, públicos e/ou privados, para elaboração de estudos e formulação e realização de ações, programas e projetos estratégicos e estruturantes de interesse do Estado do Rio de Janeiro;

 

VI - Elaborar, em conjunto com as demais subsecretarias, as diretrizes e os objetivos para execução das ações e dos programas prioritários para a SECTI;

 

VII - Articular com as demais Secretarias do Estado ações, programas e projetos voltados para CT&I

 

VIII - Exercer as demais competências relativas à sua função.

 

 

 

.Órgão: SUBESPI

 

I - Planejar, coordenar, fiscalizar, supervisionar e integrar as atividades pertinentes à educação superior, à pesquisa científica, à inclusão digital, à inovação e ao desenvolvimento tecnológico no âmbito do Estado.

 

II - Formular e implementar as políticas do Governo.

 

 

 

.Órgão: SUBPPET

 

I - Servir de interlocutor entre a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio de Janeiro junto aos demais poderes e órgãos da administração direta e indireta da União, Estado e Municípios;

 

II - Propor projetos de lei, minutas de projetos de lei, decretos e políticas públicas cujos temas são de responsabilidade da Secretaria;

 

III - Planejar, supervisionar e executar a política de desenvolvimento de Ensino Tecnológico do estado do Rio de Janeiro;

 

IV - Elaboração de políticas e diretrizes estratégicas de integração do ensino técnico-profissional em harmonia com o Conselho Superior da entidade vinculada;

 

V - Representações em colegiados e fóruns nacionais e internacionais que lhe forem atribuídas pelo Secretário;

 

VI - Acompanhar a execução das atividades relacionadas com a cooperação internacional em ciência, tecnologia e inovações; 

 

VII - Participar nas ações de cooperação internacional e no cumprimento de acordos internacionais e cujos temas são de responsabilidade da Secretaria;

 

VIII - Responder pelo expediente da secretaria, nos impedimentos legais e temporários, bem como ocasionais, do titular da pasta;

 

IX - Representar a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio de Janeiro, por delegação, em foros que tratem de assuntos relativos às suas competências;

 

X - Analisar as necessidades da Secretaria, propondo as providências julgadas cabíveis;

 

XI - Desenvolver trabalhos com vista à solução de problemas de caráter organizacional existentes na Secretaria, bem como analisar propostas de criação ou modificação de estruturas administrativas;

 

XII - Realizar estudos e desenvolver trabalhos que se caracterizem como apoio técnico à execução, ao controle e à avaliação das atividades da Secretaria;

 

XIII - Elaborar relatórios sobre as atividades da Pasta;

 

XIV - Acompanhar o andamento dos projetos e atividades relativos a esta Subsecretaria;

 

XV - Exercer outras atividades que lhe forem atribuídas pelo Secretário.