Notícias







Alunos e professores da Faetec já produziram mais de 10 mil máscaras para a população


Uma iniciativa da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI) em parceria com a Fundação de Apoio à Escola Técnica (FAETEC), já produziu mais de 10 mil máscaras de proteção para as pessoas mais necessitadas do Estado do Rio de Janeiro.
 
 
As peças estão sendo confeccionadas por 60 voluntários (professores e alunos) em seis unidades da Rede Faetec: Quintino, Nilópolis, Itaperuna, Austin (Nova Iguaçu), Olavo Bilac (Duque de Caxias) e Valença. A maior parte das peças está sendo destinada ao RioSolidario, que viabiliza a doação à população em vulnerabilidade.
 
 
O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), Leonardo Rodrigues, ressaltou a importância da solidariedade entre alunos e professores da Fundação no momento: “Seguimos com esta corrente do bem. Nossos professores e alunos estão trabalhando incansavelmente para manter a produção e entregar as máscaras aos mais necessitados. O uso da máscara é um dos principais fatores de proteção, além do distanciamento social contra a disseminação do vírus. Muito mais que oferecer parte do seu tempo e destinar as unidades à população carente, os voluntários estenderam a mão em sinal de solidariedade, apoio à segurança e esperança sob a perspectiva de fé e amor ao próximo. Agradeço imensamente a parceria da Faetec que está fazendo a diferença neste momento”, finalizou o secretário.
 
 
Cabe lembrar sempre as principais orientações feitas pelo Ministério da Saúde quanto ao uso das máscaras: Não usar máscaras largas; Lavar bem as mãos antes e depois de tirar a máscara; Não encostar na máscara, apenas nos elásticos; Não retirar a máscara deixando-a no queixo ou no pescoço; Evitar deixar a máscara sobre qualquer superfície; Em caso de máscara de tecido, lavar imediatamente após o uso. Essas são dicas fáceis e super importantes de proteção.