Notícias







SECTI realiza seminário “Desafios do Controle da Tuberculose no Estado do Rio de Janeiro”


A partir de amanhã, dia 30, a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI) promove o seminário “Desafios do Controle da Tuberculose no Estado do Rio de Janeiro”. Durante dois dias, o evento abordará as ações para conter o avanço da doença, bem como refletir sobre prazos e políticas públicas de apoio e intensificação de pesquisas, inovação e diagnóstico precoce. 

 

O Rio de Janeiro é o 2° estado que tem a maior taxa de incidência de Tuberculose. Em primeiro lugar está o Amazonas. Conforme Boletim Epidemiológico Tuberculose nº01/2021 da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, a incidência aumentou de 63,5 para 66,3 casos/100 mil habitantes (BRASIL, 2019), mesmo sendo observada uma leve queda nos casos de incidência da Tuberculose em 2019.

 

“O seminário é de grande importância, não só para identificar os desafios que temos pela frente, mas para conscientizar a população do Rio de Janeiro sobre esse grave problema. Precisamos em caráter de urgência e junto com os pesquisadores, realizar estratégias e meios de ação para combater o avanço dessa doença aqui no Rio”, afirma o secretário da SECTI Dr. Serginho.

 

O seminário contará com a participação da Dra. Ana Paula Gomes, pesquisadora do Laboratório de Pesquisa Clínica em Tuberculose da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), da Dra. Margareth Dalcolmo, Membro do Comitê Assessor em Tuberculose do Ministério da Saúde e docente da Pós-graduação da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), da Dra. Elizângela Silva e Dr. Afrânio Kritski, docentes de Pneumologia da UFRJ, e da Dra. Luciana Rodrigues, do Laboratório de Imunopatologia da Faculdade de Ciências Médicas, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

 

O evento é on-line, acontece das 10h às 12h, e será exibido pelo Facebook e no canal do Youtube da SECTI.

 

Links:

Página do Facebook: www.facebook.com/SECTIRJ

Canal do Youtube: www.youtube.com/channel/ UC0fnTzPlUijghJYX2zaISaw

 

Programação: 


30/11 (terça-feira)


10h – Abertura com Dr. Serginho, secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação e Dr. Edgard Leite, subsecretário de Ensino Superior, Pesquisa e Inovação
10h15 - Tema 1: Tuberculose latente – O que há de novo?, com Dra. Ana Paula Gomes
10h30 – Tema 2: Novas perspectivas medicamentosas, com Dra. Margareth Dalcolmo
10h45 – Tema 3: Novas perspectivas no diagnóstico de tuberculose, com Dra. Elizângela Silva 
11h – Abertura ao público para perguntas

 

1/12 (quarta-feira)


10h15 - Tema 1: Impacto da incorporação de novas tecnologias diagnósticas e de sistemas de informação em TB e TB resistente no Rio de Janeiro, com Dr. Afrânio Kritski
10h30 – Tema 2: Desafios das Práticas no Laboratório, com Dra. Cristina Lourenço
10h45 – Tema 3: “Biomarcadores para o diagnóstico e monitoramento da tuberculose”, com Dra. Luciana Rodrigues
11h – Abertura ao público para perguntas