Notícias







CEJA abre vagas para a comunidade em regime socioeducativo do Degase


Os jovens que estão em regime socioeducativo no Estado do Rio terão mais um estímulo para retomar os estudos. Uma parceria entre a Fundação Cecierj, vinculada da Secretaria de Estado, Ciência e Tecnologia, e o Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Educação vão oferecer vagas para a conclusão dos ensinos Fundamental e Médio, por meio da Rede CEJA (Centros de Educação de Jovens e Adultos), escolas da rede estadual de ensino destinadas a jovens e adultos que estão fora da idade escolar. A iniciativa vai atender também os familiares dos adolescentes, profissionais (terceirizados e os demais) e familiares dos profissionais. A unidade da Ilha do Governador recebeu a primeira ação nesta quarta-feira, dia 17, com a matrícula dos alunos e a entrega do material didático. 

 

"Hoje, para aqueles que queiram, a gente traz aqui um benefício que é indelével. Aprendi com os meus pais que educação nunca é demais! É algo que ninguém consegue tirar do ser humano, o aprendizado, e isso esses jovens terão condições de levar para o resto da vida. Esse é um grande legado e que me deixa muito feliz!" - afirma o Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação Dr. Serginho.

 

Podem se matricular na Rede CEJA quem tem acima de 15 anos e não completou o Ensino Fundamental e quem tem acima de 18 anos e não completou o Ensino Médio. O diretor-geral do Degase, Victor Poubel, falou sobre como serão destinadas as vagas abertas pelo CEJA. “A oportunidade está aberta primeiramente para os socioeducandos em medida de semiliberdade e liberdade assistida; egressos do sistema; familiares desses jovens bem como os que cumprem medida de internação; prestadores de serviços terceirizados do Departamento; e seus respectivos familiares e dos servidores”, explicou.

 

Uma questão importante dessa iniciativa é que a proposta de atendimento escolar de jovens em cumprimento de medidas socioeducativas tem por princípio a escolarização como estratégia de reinserção social plena, articulada à garantia de direitos e reconstrução de projetos de vida, além do desenvolvimento de estratégias pedagógicas adequadas que despertem o prazer na busca de conhecimento, respeitando a singularidade e a valorização das identidades dos adolescentes e jovens.

 

“A Rede CEJA cumpre uma importante missão que é apoiar quem deseja retomar os estudos e concluir os ensinos Fundamental e Médio. E essa iniciativa ganha mais relevância ao levarmos, através dessa parceria com o Degase, educação de qualidade tanto para os jovens do regime socioeducativo quanto para os seus familiares. É indiscutível que a formação acadêmica traz mais oportunidades no mercado de trabalho, além de realização pessoal", destacou o presidente da Fundação Cecierj, Rogerio Pires.

 

Faz parte da estrutura do programa um ambiente virtual de aprendizado, onde é disponibilizado apoio integral ao processo de aprendizagem. São diversos tipos de material didático como vídeos, animações, textos, listas de exercícios, exercícios interativos, simuladores entre outras ferramentas para auxiliar nos estudos.

 

"Dar continuidade aos estudos e projetos de vida é essencial para todos. Entendemos como é necessário trazer programas para transformar vidas e oferecer novas oportunidades de reescrever a trajetória através da educação", disse o secretário de Estado de Educação, Alexandre Valle.

 
As inscrições para a unidade da Ilha do Governador vão até sexta-feira, dia 19 de novembro. Os alunos internos e familiares podem fazer uma pré-inscrição no Degase. Já os interessados que residem no bairro e adjacências devem ir até a unidade CEJA Ilha do Governador, localizada na Rua Sargento João Lópes, n°315 - Jardim Carioca, a partir das 9h. Mais informações pelo telefone: (21) 2334-6483.