Notícias







SECTI realiza reunião para modernizar Centro de Pesquisa de Medicina de Precisão da UFRJ


Modernizar equipamentos e ampliar o laboratório de pesquisas em Medicina de Precisão da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) é a proposta da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI). Nesta terça-feira (23.02) aconteceu a primeira reunião do grupo de trabalho (Faperj, Fiocruz, Unirio, UERJ, UFRJ e UFF) para haver melhor organização do Centro de Pesquisa de Medicina de Precisão, liderada pelo secretário Dr. Serginho.

 

A medicina de precisão torna o diagnóstico de doenças mais exato, pois utiliza dados genéticos das pessoas, permitindo a personalização do tratamento e tornando todo o processo mais seguro e eficaz. Com este tipo de medicina que trabalha em um nível genético mais profundo, é possível ter um melhor desenvolvimento de medicações, indicando o que é mais apropriado para certo grupo de pessoas com determinada patologia. Ao invés de remédio genérico que serve para todos, teremos remédios específicos para casos específicos. É possível observar e compreender o comportamento de doenças raras e complexas, para que o melhor tratamento ou até mesmo a cura da mesma possa ser alcançada. 

 

O objetivo do grupo é conceber o projeto para ampliar o laboratório já existente da UFRJ, disponibilizando mais e melhores equipamentos de modo a explicar a importância do estado incentivar o desenvolvimento científico e tecnológico com a utilização deste Centro.