Notícias







SEAS avança com programa de saneamento que beneficiará a Baía de Guanabara


A Secretaria de Estado do Ambiente  e  Sustentabilidade (Seas) encerrou o ano de 2020 com 43% das obras de implementação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Alcântara e 27% da instalação do tronco coletor Faria Timbó executadas. As intervenções,  que  visam contribuir  e aumentar a cobertura de coleta e tratamento de esgoto em cidades do entorno da Baía de Guanabara, fazem parte do  Programa de Saneamento Ambiental dos Municípios do Entorno da Baía de Guanabara (PSAM) tocado pela Seas, por meio da Subsecretaria de Saneamento Ambiental.

 

Em São Gonçalo, a secretaria trabalha na implementação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Alcântara. O escopo do trabalho contempla a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE); de um tronco coletor; implantação de rede coletora e elevatórias, além das ligações domiciliares das residências no entorno da obra. Como resultado, a estimativa é de que 1.200 litros de esgoto por segundo in natura deixarão de seguir para a Baía de Guanabara, o que representa cerca de 41 piscinas olímpicas de esgoto por dia que receberão tratamento.

 

Outra frente de serviço em execução é a instalação do tronco coletor Faria Timbó, que reduzirá o lançamento de 1.049 litros de esgoto por segundo sem tratamento na Baía de Guanabara. Iniciado em 22 de março de 2020, a intervenção está prevista para ser concluída em dezembro de 2021.


“O objetivo principal do PSAM é promover a melhoria ambiental e qualidade de vida da população, através da garantia de acesso ao serviço de saneamento. Queremos avançar este ano com as obras e concluir a meta esperada para 2021”, destaca o Secretário do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha. 

 

Essa obra atenderá partes dos bairros de Ramos, Bonsucesso, Olaria, Del Castilho, Inhaúma, Tomás Coelho, Engenho da Rocha, Higienópolis, Engenho Leal, Cavalcanti, Engenho de Dentro, Pilates, Maria da Graça, Encantado, Todos os Santos, Piedade, Cascadura, Madureira, Oswaldo Cruz, Marechal Hermes e Complexo Habitacional do Alemão.

 

Em abril do ano passado, a SEAS concluiu a construção do tronco coletor Cidade Nova. A obra beneficia, aproximadamente, 163 mil habitantes dos bairros de Cidade Nova, Centro, Catumbi, Rio Comprido, Estácio e Santa Teresa.