Notícias

Mais pesquisados:
  • DETRAN
  • CURSOS
  • PROCON
  • IPVA
  • IDENTIDADE
  • PÁGINA INICIAL > IMPRENSA > NOTÍCIAS
    Divulgação


    Consumo e venda de mel aumentam durante a pandemia


    21 de maio de 2020

    A Secretaria de Agricultura, por meio da Emater-RJ, mesmo durante a pandemia segue apoiando a promoção de atividades ligadas a apicultura no estado que, entre tantas vantagens, se destaca pelo o uso reduzido de capital e de propriedade de terra.

     

    - O setor movimentou mais de R$10 milhões no ano de 2019 no Estado do Rio de Janeiro, com uma produção acima de 291 mil Kg de mel produzido por 914 apicultores. A Região Sul do Estado, com destaque para o município de Paty do Alferes, é a maior produtora de mel, seguida das Regiões Centro, Serrana, Norte e Noroeste - explicou Marcelo Queiroz, secretário de Agricultura.

     

    Além do relevante papel para o meio ambiente, permitindo a reprodução de diferentes espécies de plantas através da polinização, as abelhas também são fonte de mel e outros produtos derivados, como própolis, pólen e geleia real, que trazem inúmeros benefícios para saúde.

     

    De acordo com o diretor da Federação dos Apicultores do Rio de Janeiro, as vendas de mel e própolis aumentaram cerca de cem por cento em todo o Brasil.

    - O nosso consumo interno, absorveu o déficit da exportação. E com a grande procura pelo produto já existe até uma quase escassez do mel no País - explicou Nelson Victor de Oliveira.

    Ele disse ainda que uma colmeia saudável, das abelhas conhecidas como africanas, produz até 60 kg por ano.

     

    A criação de abelhas é uma atividade econômica de caráter essencialmente ecológico, envolvendo a polinização das flores, formação de frutos e contribuindo na dispersão de inúmeras espécies de vegetais dependentes desses insetos. Sabe-se que sem as abelhas a produção mundial de alimentos cairia drasticamente afetando toda a população, assim como a formação das florestas pelo planeta.

     

    O apicultor, além de ter sua atividade econômica com a produção de mel e derivados auxilia na polinização com a criação desses insetos que ao buscarem o pólen nas flores fazem esse trabalho. O apicultor trabalha em união com a natureza fornecendo as abelhas para a polinização e recebendo em troca o mel.

     

    - As abelhas assumem uma elevada importância na vida de todos os seres vivos, e para o equilíbrio dos ecossistemas - finalizou o secretário.